Notícias


Procon Canoas notifica loja de móveis por vender itens como pronta-entrega e não disponibilizar em estoque

Estabelecimento tem três dias para regularizar a situação
10/06/2024 Escritório de Comunicação | Texto: Fábio Radke - Foto: Bruna Ourique

Após receber denúncias de consumidores, o Procon Canoas, em parceria com o Procon/RS e com a Delegacia do Consumidor, realizou uma operação conjunta em uma empresa de venda de móveis com duas lojas e um depósito no município.


Os fiscais identificaram que o estabelecimento comercializa produtos em suas lojas com a indicação de pronta-entrega e com prazo determinado, com cobrança de frete.


Segundo relatos dos clientes, muitos dos produtos adquiridos — roupeiros, kits cozinha e estofados —, não estavam disponíveis para retirada. Já nos casos de entrega com frete, muitas eram feitas de maneira incompleta ou com descumprimento de prazos.


Nesta segunda-feira, dia 10 de junho, os agentes encontraram consumidores aguardando a entrega de produtos no bairro Marechal Rondon, a partir de orientação dos vendedores de uma das lojas para o comparecimento ao estoque, a partir das 9h. A informação dada no depósito era de que haveria entrada de estoque com abertura e distribuição de fichas, após às 14h, com limitação de 70 atendimentos.


Constatamos, in loco, a prática da denúncia, e a empresa agora terá o prazo para responder ao Procon e conferir as adequações que lhes foram solicitadas. Aproveitar-se da vulnerabilidade dos consumidores em uma hora tão difícil, como a que estamos enfrentando, é crime. Denuncie ao Procon sempre que se sentir coibido ou atingido por essas práticas”, explica a diretora do Procon Canoas, Taís Marques.


Segundo Taís, a loja tem três dias (72 horas) após a notificação desta segunda-feira, dia 10, para regularizar a situação, sob a pena de suspensão das atividades até a entrega dos itens.


Consumidor reclama


O morador do bairro Harmonia Gabriel Benini estava entre os clientes que adquiriram produtos na expectativa de contar logo com os itens. “Eu comprei uma cozinha. Infelizmente, perdi a minha na enchente. A vendedora a disse que tinha a pronta entrega e poderia me entregar um dia após a compra. Infelizmente, nunca tive retorno. Se eu quisesse o produto, era para vir direto no depósito e ficar na fila”, lamenta.


Com a presença dos fiscais, Benini esteve entre os clientes que teve a demanda resolvida. A responsável pela loja recebeu os fiscais, assinou a notificação e prometeu solucionar os problemas.


Atenção para casos semelhantes


O diretor do Procon RS, Rainer Grigolo, destacou a importância desse trabalho executado no município de Canoas. “Essa operação conjunta visa coibir essa prática, não só em Canoas, mas no Estado inteiro. Então, a partir disso, vamos conversar com todos os Procons municipais para que possamos buscar ações efetivas à população. É importante que o consumidor faça a denúncia. É importante encaminhar nota fiscal, comprovante de endereço e documentos de identificação”, orienta.


Como denunciar


Os consumidores que enfrentarem situação semelhante com estabelecimentos do município podem efetuar denúncia no Procon Canoas pelo WhatsApp (51) 99149-0991.



Para conferir as últimas notícias, acesse aqui. Siga o site Portal de Camaquã, nas redes sociais:  

WHATSAPP - Para se cadastrar automaticamente no grupo, clique neste link.

TELEGRAM - Para se cadastrar automaticamente no grupo, clique neste link.

YOUTUBE - Para se cadastras no canal, clique neste link.

INSTAGRAM - Para se cadastrar no canal, clique neste link.


MAIS NOTÍCIAS