Notícias


Com participação do MPRS, é realizado mutirão social para atender população atingida pelas enchentes na Capital

Beneficiou moradores dos Bairros Anchieta, Farrapos e Humaitá, localizados na zona norte
10/06/2024 Ascom Ministério Publico – Foto: Divulgação

O procurador-geral de Justiça, Alexandre Saltz, e a subprocuradora-geral para Assuntos Institucionais, estiveram na manhã deste sábado, 8 de junho, na Arena do Grêmio, onde ocorre até as 17h um mutirão social para atender moradores dos atingidos pelas enchentes nos bairros Anchieta, Farrapos e Humaitá, localizados na zona norte de Porto Alegre.


Com participação do Ministério Público do Rio Grande do Sul (MPRS), a iniciativa reúne desde quinta-feira diversos órgãos para prestar, gratuitamente, serviços de assistência à saúde, orientação sobre benefícios sociais, regularização de documentos de identificação, vacinação infantil e para cães e gatos, entre outros. O MPRS atende demandas relacionadas, por exemplo, a questões criminais, de direitos humanos, da infância, meio ambiente e consumidor.


Nos três dias de mutirão, estiveram no local os coordenadores dos Centros de Apoio Operacional do MPRS, procuradores e promotores de Justiça e servidores da instituição.


O mutirão social é uma iniciativa do Comando Conjunto da Operação “Taquari 2”, criado para coordenar o trabalho das Forças Armadas e dos órgãos de segurança que atuam na linha de frente no Estado em questões relacionadas à catástrofe socioambiental. Agentes do exército fazem a triagem e encaminham o público para o atendimento.


Além do MPRS, participam da ação o Governo do Estado do Rio Grande do Sul, Prefeitura de Porto Alegre, Polícia Federal, Polícia Civil do RS, Brigada Militar, Corpo de Bombeiros, Ministério da Saúde, Receita Federal, Instituto Geral de Perícias, Agência da ONU para Refugiados, Defensorias Públicas do Estado e da União e Tribunal de Justiça.



Para conferir as últimas notícias, acesse aqui. Siga o site Portal de Camaquã, nas redes sociais:  





MAIS NOTÍCIAS