Notícias


Avança vacinação contra a influenza (gripe) para população em abrigos no RS

A meta é vacinar todas as pessoas acima de seis meses de idade que estejam em abrigos
20/05/2024 Ascom SES | Edição: Secom RS - Foto: Jürgen Mayrhofer/Ascom SSPS

A vacinação contra a influenza (gripe) nos abrigos do Estado vem sendo intensificada nos últimos dias, seguindo a orientação da Secretaria da Saúde (SES). A meta é que toda as pessoas acima de seis meses de idade que estejam em abrigos recebam o imunizante até esta segunda-feira (20/5).


Uma equipe da SES esteve nesta segunda-feira pela manhã acompanhando a imunização realizada no abrigo do Centro Esportivo Pontifícia Universidade Católica (PUC) em Porto Alegre, onde estão abrigadas 250 pessoas.


A circulação e disseminação de vírus respiratórios, como gripe e covid, é mais fácil em locais fechados com grande concentração de pessoas. A vacinação previne complicações para essas doenças”, explicou a chefe da Seção de Imunizações da Divisão de Vigilância Epidemiológica do Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs), Eliese Denardi Cesar.


As crianças também tiveram atualização de todo o calendário vacinal”, reforçou a supervisora operacional de atenção primária da rede Divina Providência, Luana Machado Silveira. No Centro Esportivo da PUC, atuam dez profissionais de diversas áreas da saúde em turnos das 9h às 20 horas, além de estudantes e residentes da universidade. No local, foram vacinados 137 adultos e 57 crianças.


Neste momento de calamidade e com tudo que está acontecendo, muitas vezes a gente se esquece da importância da vacinação, mas devemos ter consciência e nos vacinar, até para evitar uma outra crise por conta dessas doenças”, disse a voluntária Kellen Fraga, que também está atuando na PUC. O Rio Grande do Sul tem 76.188 pessoas em abrigos em 108 municípios, segundo dados da Defesa Civil atualizados nesta segunda-feira.


Campanha


A campanha nacional de vacinação contra a gripe (influenza) foi iniciada no Rio Grande do Sul em março, direcionada aos grupos prioritários. No começo de maio, a campanha foi ampliada para a população em geral com as doses remanescentes, passando a disponibilizar vacinas para todas as pessoas acima de seis meses de idade.


No Rio Grande do Sul, foram vacinados até agora 39% do público prioritário da campanha, composto por gestantes, puérperas, idosos, crianças e povos indígenas vivendo em terras indígenas. Ao todo, já foram aplicadas este ano quase 2 milhões de doses contra a doença no Estado.



Para conferir as últimas notícias, acesse aqui. Siga o site Portal de Camaquã, nas redes sociais:  

WHATSAPP - Para se cadastrar automaticamente no grupo, clique neste link.

TELEGRAM - Para se cadastrar automaticamente no grupo, clique neste link.

YOUTUBE - Para se cadastras no canal, clique neste link.

INSTAGRAM - Para se cadastrar no canal, clique neste link.




MAIS NOTÍCIAS