Notícias


Operação Caçadores foi deflagrada pela Polícia Civil, em Barão do Triunfo, contra comércio clandestino de carne

Foram apreendidos um revólver calibre 32 com números raspados, um rifle 22 com supressor de ruídos, grande quantidade de munições, a carcaça de um animal silvestre JAVALI
13/04/2021 Texto e foto: Polícia Civil

A Polícia Civil na manhã desta terça-feira, dia 13 de abril de 2021, deflagrou a Operação Caçadores no município de Barão do Triunfo, tendo como objetivo combater uma série de crimes praticados naquele município.

Conforme denúncia recebida, estava acontecendo o comércio clandestino de carne de gado, em que um morador da cidade de Barão do Triunfo estaria abatendo bovinos de forma ilegal e sem as menores condições de higiene, posteriormente comercializava esta carne com terceiros bem como abastecia estabelecimentos comerciais na cidade, havendo suspeitas de que os animais abatidos pudessem ser oriundos de furtos abigeatos.

Tal denúncia também descrevia a prática ilegal de caça e a comercialização de armas e munições por parte dos investigados.

A Decrab Camaquã representou pela expedição de Mandados de Busca e Apreensão na casa dos investigados, com a finalidade de coletar maiores provas. Posteriormente as buscas, os estabelecimentos comerciais foram revisados para averiguar a procedência das carnes comercializadas.

Foram apreendidos um revólver calibre 32 com números raspados, um rifle 22 com supressor de ruídos, popularmente conhecido como silenciador, grande quantidade de munições, a carcaça de um animal silvestre JAVALI o qual foi transportado sem a devida autorização dos órgãos competentes. Nós estabelecimentos comerciais também foi apreendida carne bovina sem procedência e imprópria para consumo.

Participaram da operação agentes da Decrab Camaquã, DP Tapes, DP Cerro Grande do Sul, DP Barão do Triunfo e da Brigada Militar de Cerro Grande do Sul, num total de 11 agentes.

Mais informações podem ser obtidas com a Delegacia de Polícia Especializada na Repressão aos Crimes Rurais e Abigeato (Decrab) de Camaquã.


MAIS NOTÍCIAS