quarta-feira, 12 de junho de 2019

INFLAÇÃO - IPCA REGISTRA 0,13%, MENOR TAXA PARA MAIO DESDE 2006

O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) registrou variação de 0,13% em maio de 2019, conforme o IBGE. 

No mesmo mês de 2018, a inflação havia sido de 0,40%. Assim, a inflação acumulada em 2019 alcançou 2,22%, acima dos 1,33% apurados em 2018. Em 12 meses, a inflação registra 4,66%, ante 4,94% registrados nos 12 meses fechados em abril.

Entre os grupos de produtos e serviços pesquisados, quatro grupos apresentaram retração, com maior impacto negativo (-0,14 p.p.) de Alimentação e Bebidas (-0,56%), que haviam registrado aumento de 0,63% em abril. 

A elevação de maior peso, por sua vez, foi do grupo de Habitação (0,98%), que impactou em 0,15 p.p. o índice, seguida pelo aumento em Saúde (0,59%), com impacto de 0,07 p.p.; Transportes, que em abril registrou 0,94%, teve alta de 0,07%. 

No grupamento dos Alimentos, a alimentação no domicílio puxou a queda, ao recuar 0,89%, com quedas de 15,08% do tomate e de 13,04% do feijão-carioca. No grupo de Habitação, a principal influência veio da alta de 2,18% na energia elétrica.

  Na Região Metropolitana de Porto Alegre (RMPA), por sua vez, o IPCA avançou 0,12% em maio, ante avanço de 0,83% em abril. Destaque também para a queda na Alimentação e Bebidas (-0,93%), impactando em -0,25 p.p. o índice, e para o avanço de maior peso na Habitação (0,93), que contribuiu com 0,14 p.p.; Saúde e cuidados pessoas (0,74%) tiveram o segundo maior impacto com 0,09 p.p. Assim, o IPCA acumula crescimento em 12 meses de 4,96%, frente a 3,21% verificados em maio de 2018.

No que diz respeito ao Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), em maio, sua variação no país foi de 0,15%, acumulando alta de 4,78% em 12 meses. Na RMPA, o INPC registrou variação de 0,14%, com variação acumulada de 2,37% entre janeiro e maio de 2019, registrando alta de 4,91% em 12 meses.

Depois de registrar no mês anterior o maior valor para abril desde 2016, o resultado de maio é o menor para o mês desde 2006, influenciado principalmente pela deflação dos Alimentos. 

O resultado do acumulado em 12 meses, que registra 4,66%, no próximo mês não contará com inflação de junho do ano passado (1,26%), que refletia a greve dos caminhoneiros. Dessa forma, dada a considerável capacidade ociosa da economia, o IPCA deve terminar 2019 abaixo da meta de 4,25%. (Fecomércio | Foto: Divulgação)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente essa notícia!

BAIXE O APLICATIVO GUIA COMERCIAL DE CAMAQUÃ E DA REGIÃO SUL

Baixe o aplicativo Guia Comercial de Camaquã, na loja do Google Play (clique neste link), e tenha as melhores empresas de Camaquã e da Região Sul, na palma da sua mão!

Não fique de fora! Cadastre hoje mesmo sua empresa no Guia Comercial de Camaquã e aumente suas receitas.

Consulte o valor do nosso plano anual. Envie um e-mail ou um whats pelo n° 51 9.9655.0036.

DIVULGUE SUA EMPRESA NO CANAL DE NOTÍCIAS MAIS ATUALIZADO DA REGIÃO

Divulgue sua empresa no canal de notícias mais atualizado da região.

Como diz o ditado: “Quem não é visto, não é lembrado”. No Portal de Camaquã, sua empresa será vista por milhares de leitores todo o dia. E o melhor de tudo, é que o investimento cabe direitinho no seu bolso!

Envie agora mesmo um e-mail para camaquaonline@gmail.com.