sexta-feira, 15 de fevereiro de 2019

DICA DE RECEITA - CONFIRA A RECEITA DE REFOGADO DE FRUTOS DO MAR

O preparo de frutos do mar assusta, sem motivos, alguns cozinheiros. Não há nada demais na correta elaboração, o que atrapalha – e muito – é a excessiva água resultante do degelo e aquela tendência a querer usar de gorgonzola a molho de maracujá nos preparos, o que acaba com os sabores característicos dos referidos frutos. A receita que segue procura respeitar estas individualidades e unir os seus sabores. Acompanhe o refogado de frutos do mar.

COM O QUE E COMO FAZER

Ingredientes (para quatro pessoas):


    300 g de mexilhões
    300 g de anéis de lula
    300 g de polvo cortado em fatias
    300 g de cação cortado em cubos
    300 g de camarões grandes com casca
    4 dentes de alho picadinhos
    8 minicebolas
    8 tomatinhos cereja
    3 pimentões – amarelo, verde e vermelho –, cortado em pedaços
    Gengibre fresco picado
    2 colheres de sopa de azeite de dendê
    1 xícara de caldo de galinha
    1 xícara de azeitonas verdes sem caroço
    Salsinha e cebolinha verde picadinha
    Pimenta-do-reino moída na hora
    Suco de 2 limões
    Azeite de oliva
    Sal a gosto

Preparo: aqueça o azeite de oliva e o azeite de dendê em uma frigideira e refogue o alho, o gengibre, a cebola e os pimentões. Adicione o polvo e deixe fritar. Junte a lula, o mexilhão e o peixe. Use o suco de limão, refogue e junte o caldo de galinha. Tempere com sal e pimenta e junte a azeitona e o tomate cereja. Prove e corrija os temperos. Deixe cozinhar uns dez minutos. Adicione o camarão e a salsinha e desligue o fogo. Deixe uns três minutos e sirva em seguida.

O que difere azeites e óleos?

A diferença entre os azeites e os óleos é a seguinte: os azeites são obtidos por pressão, como é o caso do azeite de oliva, e os óleos, por pressão, solventes e posterior purificação e refinação. Na prática, o azeite é o único óleo vegetal que não é extraído por solventes químicos e não sofre o processo de refinação. Correntemente denominam-se azeites virgens aqueles obtidos por pressão e não são refinados.

A refinação é uma operação que tende a separar dos azeites brutos as substâncias indesejáveis, como pesticidas, substâncias mucilaginosas, ceras, resinas, etc. 

O processo cumpre-se mediante a lavagem prévia, alcalinização, centrifugação, descoloração, filtragem, desodorização, resfriamento e filtragem final. Os azeites serão mais nobres e puros quanto menor for seu grau de acidez, considerando-se normal para o bom funcionamento estomacal o teor de 1 grau de acidez (1 grama a cada 100 gramas), ou menos. (Por: EMERSON HAAS | Foto: Divulgação)

 

0 comentários:

Postar um comentário

Comente essa notícia!

DIVULGUE SUA EMPRESA NO CANAL DE NOTÍCIAS MAIS ATUALIZADO DA REGIÃO

Divulgue sua empresa no canal de notícias mais atualizado da região.

Como diz o ditado: “Quem não é visto, não é lembrado”. No Portal de Camaquã, sua empresa será vista por milhares de leitores todo o dia. E o melhor de tudo, é que o investimento cabe direitinho no seu bolso!

Envie agora mesmo um e-mail para camaquaonline@gmail.com.