quinta-feira, 13 de dezembro de 2018

FUTEBOL - INTER ESQUECE QUANTIDADE E TENTA PRIORIZAR QUALIDADE DE REFORÇOS PARA 2019

Apesar dos discursos exaltando a grandeza do Inter e a sua capacidade de investimentos, a verdade é que, a despeito dos esforços dos dirigentes, os cofres colorados estão raspados. 

A falta de recursos restringe as alternativas analisadas pelo departamento de futebol e, neste momento, o tipo de negócio mais viável é o troca-troca.

“O Inter já tem um bom grupo. Está em um estágio que não precisa contratar muitos jogadores. Ou seja, precisa priorizar a qualidade, mesmo em detrimento da quantidade”, afirma o diretor executivo, Rodrigo Caetano, que também disse que o Inter precisa apostar “na boa relação que tem com outros clubes” para trazer peças novas e colocá-las à disposição de Odair Hellmann.

Assim foi alinhavada a contratação do atacante Neílton. Ele tem contrato com o Vitória até junho de 2020, mas o Inter está ultimando os detalhes para trazê-lo para preencher com algum ganho a lacuna deixada com a saída de Rossi. Para compensar o clube baiano, o Inter vai mandar Andrigo, meia de 23 anos que atuou no último Brasileirão com a camisa do Sport - que foi rebaixado. 

Se a troca se concretizar, Neílton desembarca em Porto Alegre em janeiro com o valor dos direitos econômicos fixados. Ou seja, em dezembro, se o Inter quiser ficar com ele, terá que pagar uma quantia ao Vitória.

Wellington Silva 

O Inter também está prestes a prorrogar o empréstimo de Wellington Silva, que pertence ao Fluminense. O atacante, que foi bastante atrapalhado por uma série de lesões ao longo da temporada, encerrou o Brasileirão como uma das principais opões do técnico para o setor ofensivo, despertando o desejo nos dirigentes de estender a sua permanência no clube.

O Fluminense, que vive uma situação financeira quase desesperadora, deve facilitar o negócio, livrando-se do salário do atacante, que foge do padrão estabelecido pelo clube carioca. 

Por enquanto, não está prevista a ida de algum jogador do Inter para o Rio de Janeiro, mas essa hipótese não está descartada. Os dirigentes, principalmente após a saída de Leandro Damião, concentram-se na contratação de um centroavante. (Fabrício Falkowski | Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente essa notícia!

DIVULGUE SUA EMPRESA NO CANAL DE NOTÍCIAS MAIS ATUALIZADO DA REGIÃO

Divulgue sua empresa no canal de notícias mais atualizado da região.

Como diz o ditado: “Quem não é visto, não é lembrado”. No Portal de Camaquã, sua empresa será vista por milhares de leitores todo o dia. E o melhor de tudo, é que o investimento cabe direitinho no seu bolso!

Envie agora mesmo um e-mail para camaquaonline@gmail.com.