quinta-feira, 1 de novembro de 2018

RS - DELEGADO DE POLÍCIA E ESCRIVÃO SÃO AFASTADOS E COMISSÁRIO É PRESO NA OPERAÇÃO FLAGRARE

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Feitos Especiais (DFE) da Corregedoria Geral da Polícia (Cogepol), deflagrou na tarde da quarta-feira, dia 31 de outubro de 2018, a Operação Flagrare na repressão a ilícitos praticados por policiais civis. 

Foram cumpridos cinco mandados de busca e apreensão, dois mandados de suspensão do exercício da função pública e um mandado de prisão preventiva, em Porto Alegre e Canoas. Um comissário de polícia foi preso preventivamente.

De acordo com o delegado Marcos Meirelles, a ação policial é decorrente de investigações criminais que apuram o envolvimento em condutas ilícitas de policiais civis que trabalhavam na Delegacia de Pronto Atendimento de Canoas. 

“Os elementos de prova revelaram cobranças de valores, estipulados pela equipe plantonista a título de fiança, de suspeitos e/ou conduzidos e em desfavor dos quais, em regra, sequer fora lavrado auto de prisão em flagrante”, explicou o delegado.

Os mandados foram cumpridos nas cidades de Canoas e Porto Alegre. “Um delegado e um escrivão de polícia foram afastados da função e um comissário foi preso preventivamente”, concluiu Meirelles. 

A operação foi batizada de ‘flagrare’, em latim, significa arder, ação ainda quente, que deu origem à palavra flagrante. (Ascom Polícia)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente essa notícia!

DIVULGUE SUA EMPRESA NO CANAL DE NOTÍCIAS MAIS ATUALIZADO DA REGIÃO

Divulgue sua empresa no canal de notícias mais atualizado da região.

Como diz o ditado: “Quem não é visto, não é lembrado”. No Portal de Camaquã, sua empresa será vista por milhares de leitores todo o dia. E o melhor de tudo, é que o investimento cabe direitinho no seu bolso!

Envie agora mesmo um e-mail para camaquaonline@gmail.com.