sexta-feira, 23 de novembro de 2018

PELOTAS - GOVERNO ESTADUAL INVESTE R$ 1,3 MILHÃO EM OBRAS DE ESCOLAS

O governo estadual investe mais de R$ 1,3 milhão em obras de reforma e ampliação de quatro instituições de ensino em Pelotas, na Região Sul do estado. Mais de mil escolas já receberam recursos do governo para obras de melhorias. 

Na tarde da terça-feira, dia 20 de novembro de 2018, o Secretário de Obras, Saneamento e Habitação, Rogério Salazar, visitou as obras da Escola Estadual de Ensino Fundamental Adolfo Fetter, localizada no bairro Três Vendas.

A instituição de ensino, que atende 198 alunos da rede estadual, está sendo contemplada com R$ 128.999,52 para reforma da cobertura dos prédios, sanitários, circulações, depósito, refeitório e pavimentação externa. 

“Com o trabalho conjunto entre as secretarias de Obras e da Educação, conseguimos reduzir a burocracia e atender as demandas da comunidade escolar”, destacou Salazar.

Recentemente, o governo do Estado autorizou o início das obras do prédio anexo da Escola Estadual Dom Antônio Zattera, localizada nas dependências do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) de Pelotas. 

O investimento de R$ 1.050.847,19 é resultado de um convênio entre a Fase e a Secretaria da Educação (Seduc), no valor total de R$ 10 milhões. Esse é o terceiro de outros sete anexos escolares que serão construídos em unidades de internação da Fundação no interior e na capital com o recurso.

Acompanharam a visita a diretora da instituição, Luciane Weege; a coordenadora regional de Obras da 5ª CROP, Marcelle Bielemann; a fiscal e arquiteta da 5ª CROP, Josiane Volz Felberg; o coordenador regional de Educação da 5ª CRE, Carlos Humberto Marques Vieira; a diretora de regularização fundiária da SOSH, Kellen de Mattos e o diretor de Habitação da SOSH, Albano Gaddo.

Visita ao Porto de Pelotas

O último compromisso oficial do secretário de Obras foi a visita ao Porto de Pelotas, onde foi recepcionado pelo chefe de divisão do Porto Pelotense, Cláudio Oliveira. 
Salazar conheceu a estrutura do Porto de Pelotas e o Projeto Toras, iniciativa liderada pela CMPC Celulose Riograndense em parceria com a Sagres Agenciamentos Marítimos que está incrementando a economia e trazendo novos ares para a cidade.

O destaque do Porto é a movimentação das toras de madeira. O projeto das toras, que seguem com destino a fábrica da Celulose Riograndense, em Guaíba, é um dos fatores que contribuem para a movimentação positiva. Até o momento foram movimentadas mais de 500 barcaças, desde o seu início, no final de 2016. Cada barcaça carregada que navega rumo ao Norte representa menos 80 caminhões rodando pela BR-116. (Texto: Jean Maidana / Ascom SOSH - Edição: Léa Aragón/ Secom - Foto: Jean Maidana / Ascom SOSH)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente essa notícia!

DIVULGUE SUA EMPRESA NO CANAL DE NOTÍCIAS MAIS ATUALIZADO DA REGIÃO

Divulgue sua empresa no canal de notícias mais atualizado da região.

Como diz o ditado: “Quem não é visto, não é lembrado”. No Portal de Camaquã, sua empresa será vista por milhares de leitores todo o dia. E o melhor de tudo, é que o investimento cabe direitinho no seu bolso!

Envie agora mesmo um e-mail para camaquaonline@gmail.com.