quarta-feira, 7 de novembro de 2018

INFORMATIVO - 7 DICAS PARA SE PREPARAR PARA AS COMPRAS DO BLACK FRIDAY 2018

Para quem deseja aproveitar a Black Friday 2018 em todos os seus descontos, é preciso ficar clado que a compra não começa na véspera ou na própria sexta-feira da promoção, dia 23 de novembro. 

Pensar na data das promoções em cima da hora é o caminho mais fácil para se perder no meio das ofertas e até entrar em dívidas desnecessárias. 

A Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm) projeta crescimento nas vendas de 16% em relação ao apurado pelo setor no mesmo evento de 2017 – uma movimentação de R$ 2,87 bilhões no comércio eletrônico. 

Ficar atento ao que promete ser mais procurado é um bom ponto de partida. A ABComm projeta que as categorias de informática, smartphones, eletrônicos em geral e casa e decoração devem concentrar as atenções dos consumidores. 

– A estimativa da ABComm é de que cerca de 33% das compras na Black Friday sejam de pessoas antecipando as compras de Natal. Com esse cenário, muitas lojas virtuais já preparam seus estoques esperando um ritmo agressivo nas vendas – diz o presidente da associação, Mauricio Salvador.

Planejamento financeiro é o início

A expectativa é de que as lojas virtuais brasileiras recebam mais de 8,8 milhões de pedidos, com cada cliente gastando, em média, R$ 326. E de acordo com pesquisa da empresa de engajamento de clientes Social Miner, 60% dos consumidores pretendem aproveitar para realizar pelo menos uma compra na data. 

Mas o aumento das vendas não será somente pela internet. Apesar da rede ter sido o berço da Black Friday, a data de descontos tomou as ruas, literalmente. Na avaliação da FCDL-RS, a popularização do dia de liquidações chegou, definitivamente, às lojas físicas. Quem ganha é o consumidor.

– Especialmente neste último ano, as lojas de rua aprimoraram muito sua relação com os fabricantes, ganhando competitividade em relação ao comércio virtual. Garantia de balcão, condições reais de verificar e testar o produto antes da compra e atendimento personalizado são as maiores vantagens das lojas físicas – avalia o presidente da FCDL-RS, Vitor Augusto Koch.

A Federação indica que a melhor estratégia antes da Black Friday é pesquisar não só preço, mas também prazo de entrega, termos de garantia e procedimentos necessários para a reposição de produtos que cheguem danificados. 

Os 7 passos antes de comprar na Black Friday:

> Caso não tenha se organizado com antecedência, faça um diagnóstico de sua situação financeira. Assim, saberá o quanto pode gastar e, se precisar parcelar, não correrá o risco de acumular contas. Evite se endividar por conta da empolgação.
    
> É preciso montar a lista dos produtos que se desejam na Black Friday e monitorar os preços desses itens. Uma boa ferramenta para isso são os portais de comparação de preços como Zoom e BuscaPé. Além de mostrar o preço hoje, eles também mostram o comportamento em meses anteriores. 
    
> Por causa da demanda, é possível que os sites estabeleçam prazos de entrega mais longos. Então, para quem pretende aproveitar a data para as compras de Natal, é preciso cuidado. O produto pode chegar depois do esperado. Se quiser a compra entregue antes das festas de final de ano, é necessário planejamento. 
    
> Fique por dentro da reputação das lojas que estão oferecendo descontos usando sites como o Reclame Aqui. Isso aumenta a segurança e pode evitar que você compre de um fornecedor que tem muitas queixas, por exemplo.

> Atenção às formas de pagamento que são mais seguras para a internet. O cartão de crédito deve ser o preferido porque é mais fácil solicitar o estorno em caso de problema. Já boletos bancários podem ser facilmente gerados e direcionados a contas fraudulentas, e uma vez pago, o consumidor não consegue reaver o dinheiro. Desconfie se o e-commerce só oferece boleto para pagamento.
    
> Próximo à data da Black Friday, órgãos de defesa do consumidor, como os Procons, costumam atualizar uma lista de sites não recomendados para a compra pelo elevado índice de reclamações ou risco de fraudes. A mais completa e indicada em todo o Brasil é a do Procon-SP. 
    
> Quando for pagar, confira se estão sendo cobrados os valores anunciados. Por ser uma ocasião especial, pode ocorrer de os preços promocionais não estarem atualizados nos sistemas. Revise todos os dados, como endereço de entrega e valor do frete antes de confirmar a operação de compra. (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), Associação Brasileira de Defesa do Consumidor (Proteste) e Dsop Educação Financeira)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente essa notícia!

DIVULGUE SUA EMPRESA NO CANAL DE NOTÍCIAS MAIS ATUALIZADO DA REGIÃO

Divulgue sua empresa no canal de notícias mais atualizado da região.

Como diz o ditado: “Quem não é visto, não é lembrado”. No Portal de Camaquã, sua empresa será vista por milhares de leitores todo o dia. E o melhor de tudo, é que o investimento cabe direitinho no seu bolso!

Envie agora mesmo um e-mail para camaquaonline@gmail.com.