quinta-feira, 22 de novembro de 2018

FUTEBOL - INTER SOFRE GOL NOS ACRÉSCIMOS E PERDE INVENCIBILIDADE NO BEIRA-RIO

O Inter não conseguiu se recuperar da derrota para o Botafogo no último domingo. Nesta quarta-feira, diante de mais de 25 mil colorados no Beira-Rio, o Colorado sofreu um gol nos acréscimos, foi derrotado pelo Atlético-MG por 2 a 1 e deu adeus de vez a qualquer chance de título brasileiro.

Cazares marcou o primeiro gol do Atlético-MG na etapa inicial. D’Alessandro, de pênalti, empatou o jogo no segundo tempo, que teve uma pressão colorada, mas Terans acabou marcando nos acréscimos o gol da vitória do Galo.

Com a derrota, o Inter para nos 65 pontos e segue em terceiro na tabela do Campeonato Brasileiro. O Atlético-MG é o sexto, com 56. O Colorado volta a campo no próximo domingo, às 19h, para encarar o Fluminense no Beira-Rio.

Inter faz primeiro tempo ruim e Atlético-MG sai na frente

O técnico Odair Hellmann fez duas mudanças no time do Inter em relação ao jogo contra o Botafogo no último domingo. Após cumprir suspensão, Fabiano retornou à lateral direita na vaga de Zeca. Rodrigo Moledo, suspenso, foi substituído por Emerson Santos. O esquema 4-1-4-1 foi mantido. O que não seguiu foi o bom desempenho do time nos jogos no Beira-Rio.

Desde os primeiros minutos ficaram claras as dificuldades do Inter no jogo. O Atlético-MG se postava de forma organizada defensivamente e protegia bem seu gol. Com pouca movimentação, o Inter não conseguiu envolver o adversário e Victor foi um mero espectador da partida nos primeiros 45 minutos.

O Inter teve apenas uma chance de gol no primeiro tempo. E foi em bola parada. Aos 8, após uma jogada ensaiada de escanteio, Nico López cruzou para Emerson Santos, que ajeitou para Leandro Damião. O centroavante fez o giro e finalizou com perigo.

O Atlético-MG também não deu muito trabalho a Marcelo Lomba no primeiro tempo. Mas sempre esteve perto de fazer. Em três contra-ataques, Cuesta, duas vezes, e Emerson Santos uma, fizeram os cortes na hora exata para evitar que o último passe chagasse a um atacante mineiro livre.

Exposto aos contra-ataques, o Inter acabou penalizado aos 41 minutos. Após uma tentativa de tabela no ataque entre Fabiano e Nico López, o Atlético-MG roubou a bola e saiu em velocidade. Emerson Santos se adiantou para cobrir o lateral, acabou não conseguindo tomar a bola de Chará e abriu um espaço nas suas costas. Cazares aproveitou e finalizou antes da chegada de Cuesta para abrir o placar no Beira-Rio. Antes do apito final do primeiro tempo, o Galo ainda teve outra chance em contra-ataque, mas o chute de Luan se perdeu pela linha de fundo.

Inter busca empate, mas perde nos acréscimos

Os dois times voltaram alterações para o segundo tempo. No Inter, Odair Hellmann mudou o posicionamento do setor ofensivo. Patrick passou a jogar por dentro no meio-campo ao lado de Dourado e Edenilson com D’Alessandro indo atuar aberto pelo lado direito. Com isso, Nico López foi deslocado para a esquerda.

Atrás no placar, o Inter foi em busca do empate. Ainda sem muita organização, os ataques colorados dependiam de iniciativas individuais. Aos 4, Cuesta roubou uma bola no campo de defesa e arrancou para o ataque. Ele tocou para Fabiano, que fez o cruzamento. A bola chegou a Patrick, que tentou de primeira e mandou por cima.

O Inter seguiu pressionando em bolas paradas. Aos 10, D’Alessandro bateu falta e Victor fez a defesa. Foi a primeira finalização colorada no gol na partida. Na sequência, a chance veio em escanteio. D’Ale bateu e Emerson Santos quase marcou. O zagueiro venceu a marcação e cabeceou perto do gol atleticano.

Mesmo com a pressão do Inter, Odair fez a primeira mudança no time aos 14 minutos. Camilo foi o escolhido para entrar no lugar de Patrick e quase o seu primeiro lance terminou em assistência. Aos 16, ele bateu escanteio e a bola chegou a Damião, que quase em cima da linha chutou por cima do gol de Victor.

A pressão do Inter seguiu, mas cada vez mais o time se desorganizava. Odair tentou mais uma troca com Rossi no lugar de Nico López. Logo depois, Camilo bateu uma falta e quase encobriu Victor, que se esticou para dar um tapa na bola mandou para escanteio.

A insistência do Inter finalmente deu resultado aos 35 minutos. Após cruzamento de Rossi, Damião tentou a finalização, mas acabou derrubado por Maidana. Pênalti marcado pelo árbitro Raphaeu Claus. O Beira-Rio, então, viu mais uma duelo entre D’Alessandro e o Victor. O argentino pegou a bola e foi para a cobrança. E o final foi feliz para os colorados. D’Ale deslocou o goleiro e bateu no canto vazio para empatar a partida, 1 a 1.

Logo após o gol, Odair fez a última troca no Inter para buscar a virada. O meia Juan Alano entrou no lugar do lateral Fabiano. Era o Colorado ainda mais ofensivo para os minutos finais. E quase a virada veio aos 41 minutos. Após cruzamento de Camilo, Damião recebeu a bola livre na área. Ele dominou, mas exagerou na força na hora do chute e mandou por cima do gol de Victor perdendo a chance da vitória.

O Inter chegou a balançar as redes aos 45 com Rossi, mas o lance estava parado por impedimento. O gol que valeu foi do Atlético-MG. Aos 47, Cazares, o melhor em campo, fez a jogada pelo lado direito e cruzou para Terans, que desviou para o gol para dar a vitória ao Atlético-MG, 2 a 1. (Cristiano Munari | Foto: Fabiano do Amaral)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente essa notícia!

DIVULGUE SUA EMPRESA NO CANAL DE NOTÍCIAS MAIS ATUALIZADO DA REGIÃO

Divulgue sua empresa no canal de notícias mais atualizado da região.

Como diz o ditado: “Quem não é visto, não é lembrado”. No Portal de Camaquã, sua empresa será vista por milhares de leitores todo o dia. E o melhor de tudo, é que o investimento cabe direitinho no seu bolso!

Envie agora mesmo um e-mail para camaquaonline@gmail.com.