segunda-feira, 22 de outubro de 2018

SÃO LOURENÇO DO SUL - CÂNCER DE MAMA É TEMA DE PALESTRA

Integrando a programação do Outubro Rosa, o grupo Rosas Guerreiras e a Prefeitura, por meio da Secretaria da Saúde, realizaram na quinta-feira, dia 19 de outubro de 2018, uma palestra que reuniu mulheres no auditório do Sindicato Rural, com a temática do câncer de mama. 

A palestra foi ministrada pela enfermeira Marli da Silva Jacobsen, do Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT) do Banrisul.

Antes da palestra, a secretária da Saúde, Arita Bergmann, agradeceu o trabalho que as Rosas Guerreiras desenvolve. “Agradeço de forma carinhosa, pois tem nos dado uma grande motivação junto as Unidades Básicas de Saúde, com a participação e principalmente os depoimentos, a forma como as Rosas trocam experiência com os pacientes das UBS”.

Na palestra ‘Câncer de mama: uma experiência como profissional de saúde, paciente e ativista’, a enfermeira Marli conversou com as participantes sobre vários aspectos do câncer de mama e sobre a preocupação com o Rio Grande do Sul que é um dos estados com maior índice da doença no país. 

“Detectado precocemente, o câncer de mama tem 95% de chances de cura. A descoberta tardia diminui a chance. Antecipar é melhor para a mulher, a família e até para o sistema de saúde”, explicou a enfermeira, justificando a necessidade das mulheres ficarem atentas a mudanças no corpo, fazerem o auto-exame e também manterem a rotina de exames e consultas médicas.

Marli Jacobsen também falou sobre o tanto que o câncer impacta na vida da paciente e lembrou que pessoas de todas as classes sociais são vítimas da doença. “Tu és uma pessoa antes e outra depois. Dá um novo olhar, daquilo que realmente importa. O olhar fica mais apurado para estas coisas”, disse ela, lembrando ainda que não se trata apenas de impacto na saúde, mas financeiro e psíquico, por isso, a importância do suporte familiar e de amigos, desde o diagnóstico, até o fim do tratamento.

Já para diminuir as chances de ter a doença, é importante manter bons hábitos de vida, como a rotina e prática de exercícios físicos, alimentação equilibrada e saudável, evitar tabaco e álcool, por exemplo.

A enfermeira também aproveitou o momento para elogiar o trabalho do grupo Rosas Guerreiras, que considera como extremamente importante para ajudar gestores públicos de saúde e ainda a secretária Arita Bergmann a quem se referiu como “incansável pela saúde da mulher”. (Ascom Prefeitura | Foto: Divulgação)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente essa notícia!

DIVULGUE SUA EMPRESA NO CANAL DE NOTÍCIAS MAIS ATUALIZADO DA REGIÃO

Divulgue sua empresa no canal de notícias mais atualizado da região.

Como diz o ditado: “Quem não é visto, não é lembrado”. No Portal de Camaquã, sua empresa será vista por milhares de leitores todo o dia. E o melhor de tudo, é que o investimento cabe direitinho no seu bolso!

Envie agora mesmo um e-mail para camaquaonline@gmail.com.