sexta-feira, 26 de outubro de 2018

INFORMATIVO - COM AJUDA DO SUS, POPULAÇÃO RETOMA O SORRISO EM 90% DOS MUNICÍPIOS BRASILEIROS

Até pouco tempo atrás, o morador do Distrito Federal Rigoneide Soares, 35 anos, desconhecia uma realidade presente em mais de 5 mil municípios brasileiros. 

Ex-jogador de futebol, ele não sabia que tinha direito aos serviços odontológicos de forma gratuita pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Hoje, faz parte dos mais de 100 milhões de brasileiros que já foram beneficiados pelo programa Brasil Sorridente.

O desconhecimento levava Rigoneide a recorrer à rede particular sempre que precisava do atendimento. 

"Aqui não tem diferença, é uma briga acirrada [com os serviços privados]. O atendimento daqui, dependendo, é até melhor do que o particular. Você não paga nada e é bem atendido”, afirmou, enquanto aguardava a consulta para reparar um tratamento de canal na Unidade Básica de Saúde do Guará (DF).

Atualmente, mais de 26 mil equipes de saúde bucal, espalhadas por 5.038 municípios, realizam esse tipo de atendimento, o que equivale a uma cobertura de mais de 90% das cidades do País. 

Em todo o Brasil, a população tem acesso a uma série de serviços, que vão desde medidas de atenção básica até procedimentos especializados, o que ganha mais importância nesta quinta-feira (25), quando o Dia Nacional da Saúde Bucal é comemorado. 

Atendimento especializado

As UBSs são voltadas ao atendimento básico. Nesses postos, o cidadão passa por um exame inicial, que prioriza ações de promoção, prevenção, diagnóstico, tratamento, reabilitação e manutenção da saúde. 

Se os médicos identificarem a necessidade de um serviço de maior complexidade, o paciente será encaminhado aos centros de especialidades odontológicas (CEO) e aos laboratórios regionais de próteses dentárias (LRPD).

Somente na UBS do Guará são realizados diariamente de 20 a 30 atendimentos, que variam entre serviços de limpeza em geral, profilaxia, restauração, exodontias e tratamentos de emergência, informou a técnica em higiene dental, Shirley Ferreira. “A nossa demanda é espontânea. (...) Tendo a vaga, ela já é atendida. Mas, no máximo em um mês, elas já estão retornando para fazer tudo”, disse a profissional.

Para o o vigilante Evandro Araújo, a rapidez na marcação das consultas, a qualidade e a gratuidade do atendimento são os principais pontos positivos do sistema. 

"Acho muito bom o atendimento, são profissionais excelentes. Fiz a marcação de encaixe e, dessa marcação, já fizeram o agendamento para eu continuar o tratamento”, afirmou Evandro, minutos após a segunda consulta realizada em menos de um mês.  (Governo do Brasil, com informações do Ministério da Saúde | Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)


0 comentários:

Postar um comentário

Comente essa notícia!

DIVULGUE SUA EMPRESA NO CANAL DE NOTÍCIAS MAIS ATUALIZADO DA REGIÃO

Divulgue sua empresa no canal de notícias mais atualizado da região.

Como diz o ditado: “Quem não é visto, não é lembrado”. No Portal de Camaquã, sua empresa será vista por milhares de leitores todo o dia. E o melhor de tudo, é que o investimento cabe direitinho no seu bolso!

Envie agora mesmo um e-mail para camaquaonline@gmail.com.