quarta-feira, 24 de outubro de 2018

GUAÍBA - VEREADORA FERNANDA GARCIA PARTICIPA DE BANCA AVALIADORA EM EVENTO DA SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA

A UERGS realizou na quinta-feira e sexta-feira, dias 18 e 19 de outubro de 2018, a Maratona para o desenvolvimento de soluções para a redução das desigualdades, na unidade universitária de Guaíba. 

A Maratona foi realizada durante a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNTC), organizada sob a coordenação do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, com o tema Ciência para a redução das desigualdades.

A SNTC promove eventos em todo o território brasileiro com o objetivo de aproximar a ciência e tecnologia da população, reunindo centenas de instituições de pesquisa e ensino além de outros órgãos que apoiam a ciência no país.

Participaram estudantes do ensino médio, graduação e pós-graduação. A participação dos estudantes da graduação foi o ponto forte do evento, com mais de 60 inscritos, oriundos dos cursos de Engenharia da Computação (Guaíba) e Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia (Porto Alegre), que se dividiram em oito equipes.

A banca avaliadora foi composta pela vereadora Fernanda Garcia (PTB), presidente do Legislativo de Guaíba, André Ghignatti, diretor da WOW Aceleradora de Startups e pelo professor Clódis Andrades Filho, pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da UERGS. Os membros da banca avaliaram três critérios principais de cada proposta apresentada: impacto social, sustentabilidade e engajamento da equipe.

Os estudantes Danielle Coutinho, Débora Garcia, Giovani Brancher, Gianne Matos e Michele Liese, da equipe Bite Tech, obtiveram o 1º lugar. A equipe desenvolveu um projeto de aplicativo para auxiliar na comunicação entre surdos e ouvintes garantindo mais autonomia ao surdo nas atividades do seu cotidiano, permitindo-lhe maior inclusão e autonomia. 

O IBGE estima que existam mais de 9 milhões de surdos no país que poderiam ser beneficiados com o aplicativo, que promoveria o cadastro de intérpretes de Libras e da comunidade surda. O aplicativo serviria como ferramenta para a gravação de áudios e posterior tradução em Libras.

Os projetos apresentados na Maratona deixaram os mentores, organizadores e membros da banca extremamente satisfeitos, deixando claro a todos o grande potencial interdisciplinar de aprendizado, reforçando o papel social da universidade na transformação dos ambientes nas quais está inserida. (Texto: Sandro Boschetti – Relações Públicas / Foto: Viviane Guimarães – Assessora Parlamentar)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente essa notícia!

DIVULGUE SUA EMPRESA NO CANAL DE NOTÍCIAS MAIS ATUALIZADO DA REGIÃO

Divulgue sua empresa no canal de notícias mais atualizado da região.

Como diz o ditado: “Quem não é visto, não é lembrado”. No Portal de Camaquã, sua empresa será vista por milhares de leitores todo o dia. E o melhor de tudo, é que o investimento cabe direitinho no seu bolso!

Envie agora mesmo um e-mail para camaquaonline@gmail.com.