quinta-feira, 12 de julho de 2018

GUAÍBA - CÂMARA DE VEREADORES APROVA CASSAÇÃO DE EX-PRESIDENTE RESPONSABILIZADO POR 11 CRIMES

A CPI que investigou irregularidades praticadas pelo ex-presidente da Câmara de Vereadores de Guaíba, na Região Metropolitana de Porto Alegre, decidiu pelo processo de cassação dos vereadores afastados Renan dos Santos Pereira, o mais votado na cidade, e Bento da Silva.

As denúncias foram feitas em abril por meio de reportagem exibida no Jornal do Almoço, que acarretou em uma operação realizada pelo Ministério Público, que afastou ambos os parlamentares de seus cargos. Em seguida, foi instaurada a CPI que investigou o caso.

O relatório final apontou que em menos de dois anos, Renan teria cometido 11 crimes, conforme o relatório da CPI, que recomendou sua cassação. Bento foi responsabilizado por crimes como fornecimento de dados falsos e quebra de decoro.

"Essa CPI, mancha a Câmara, denigre a todos nós. Porque quando se fala em vereadores, são todos. Mas chegamos à conclusão de que nós precisaríamos dar satisfação à sociedade", afirma o vereador Jonas Xavier.

De acordo com as investigações conduzidas pelo Ministério Público, e que afastaram oito servidores, o ex-presidente da Câmara de Vereadores teria desviado R$ 5 milhões por meio de contratos com empresas terceirizadas que prestavam serviços de saúde na cidade.

No dia seguinte à operação do Ministério Público que afastou os vereadores, e também servidores da prefeitura, o Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Sul (TCE-RS) determinou, por meio de medida cautelar, a suspensão dos pagamentos para a empresa terceirizada.

Mais votado da história de Guaíba

Renan é médico e se apresentava como pediatra, apesar da especialização não ter sido reconhecida pelo Conselho Regional de Medicina (Cremers), que investiga o caso. Renan foi parlamentar mais votado na história do município.

"Infelizmente, a população acreditou num personagem, em que parecia que ele coordenava a situação da cidade, tendo acesso à saúde, com o fura fila [...] Nós temos até em andamento a cassação de outro vereador também que tinha participação nisso. Então, ele não agia sozinho", afirma o vereador presidente da comissão processante, Ale Alves. Ele se refere a Bento da Silva, cujo pedido de cassação deve ser votado em agosto.

Foi criada agora uma nova CPI que vai investigar possíveis fraudes em licitações cometidas por servidores da prefeitura da cidade.

A defesa de Renan diz que só se manifestará durante a tarde. A Prefeitura de Guaíba informou que vai colaborar com as investigações conduzidas pela Câmara de Vereadores e com os órgãos de fiscalização para melhorar a transparência e zelar pelo dinheiro público.  (Por Zete Padilha, RBS TV - Foto: Divulgação)


0 comentários:

Postar um comentário

Comente essa notícia!

DIVULGUE SUA EMPRESA NO CANAL DE NOTÍCIAS MAIS ATUALIZADO DA REGIÃO

Divulgue sua empresa no canal de notícias mais atualizado da região.

Como diz o ditado: “Quem não é visto, não é lembrado”. No Portal de Camaquã, sua empresa será vista por milhares de leitores todo o dia. E o melhor de tudo, é que o investimento cabe direitinho no seu bolso!

Envie agora mesmo um e-mail para camaquaonline@gmail.com.