domingo, 24 de junho de 2018

PELOTAS – DEPUTADO ZÉ NUNES CONSTITUI FRENTE PARLAMENTAR PELA CONCLUSÃO DO HOSPITAL ESCOLA DA UFPEL

O plenário da Câmara de Vereadores de Pelotas ficou lotado para tratar da conclusão das obras do Hospital Escola Público Regional 100% SUS, em Pelotas. 

O evento foi organizado pela Comissão de Saúde e Meio Ambiente da Assembleia Legislativa, proposto pelo deputado Zé Nunes (PT), em parceria com as Frentes Parlamentares Municipal - liderada pelo vereador Marcus Cunha (PDT) e Federal - liderada pelo deputado Pompeo de Mattos (PDT). 

Entre os encaminhamentos: criar de uma Frente Parlamentar Estadual pela Conclusão do Hospital Escola da UFPel, que será coordenada por Zé Nunes; buscar emendas individuais dos parlamentares gaúchos; organizar documento base com pontos motivadores de tomadas de decisão; definir pauta para reunião com a Bancada Gaúcha, em Brasília; agendar reunião também nos Ministérios da Educação e da Saúde; e reunir com governo do Estado.

O congelamento dos recursos para saúde e educação por parte do governo federal é ponto central da indisponibilização de recursos para o término desta importante obra, na avaliação do deputado Zé Nunes, que vai criar a Frente Parlamentar pela Conclusão do Hospital na Assembleia. 

“Não é aceitável uma pessoa aguardar até 90 dias para iniciar um tratamento de radiologia, por exemplo. Com a Frente, vamos somar ainda mais esforços em defesa desta obra”, informou. Em recente visita à obra, o parlamentar constatou a qualidade do serviço que será oferecido à população da região. 

“A região precisa um hospital desta envergadura, e ele não inviabilizará os pequenos hospitais dos municípios, que também têm sofrido com a escassez de recursos estaduais. Um vai complementar o outro”, completou.

O deputado Pompeo de Mattos, que lançará a Frente Parlamentar em nível federal no dia 9 de julho, explicou como funcionam as emendas, e sugeriu articulação junto aos 34 congressistas como forma de arrecadar o valor, pelo menos para o bloco 3. “Temos um diagnóstico pronto, ninguém questiona o mérito. Precisamos estudar os prognósticos e convencer as autoridades disso”, disse.

O reitor UFPel, Pedro Hallal, lembrou que esta luta dura mais de 25 anos, e que a prioridade atual é finalizar as obras do Bloco 3 – de oncologia, que precisa de R$ 7 milhões. “A universidade não possui recursos para esta obra. Além do Bloco 3, precisamos de mais R$ 200 milhões para os Blocos 1 e 2. A emenda parlamentar é o que pode nos ajudar”.

Participaram do debate deputados estaduais, vereadores, secretários municipais, médicos, professores, funcionários da UFPel e estudantes. (Marcela Santos - Assessoria de Imprensa - Gab. Dep. Estadual Zé Nunes)


0 comentários:

Postar um comentário

Comente essa notícia!

DIVULGUE SUA EMPRESA NO CANAL DE NOTÍCIAS MAIS ATUALIZADO DA REGIÃO

Divulgue sua empresa no canal de notícias mais atualizado da região.

Como diz o ditado: “Quem não é visto, não é lembrado”. No Portal de Camaquã, sua empresa será vista por milhares de leitores todo o dia. E o melhor de tudo, é que o investimento cabe direitinho no seu bolso!

Envie agora mesmo um e-mail para camaquaonline@gmail.com.