terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

SÃO LOURENÇO DO SUL - SEMINÁRIO “CONHECER PARA INTERVIR, INTERVIR PARA INCLUIR” CAPACITA AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE E VISITADORES DO PIM

Visando capacitar os Agentes Comunitários de Saúde e os visitadores do PIM e Criança Feliz, as Secretarias de Saúde, Desenvolvimento Social e Educação se uniram para a realização do seminário “Conhecer para intervir, intervir para incluir”, o qual é uma capacitação sobre deficiências na primeira infância, e tem como objetivo qualificar o olhar e ampliar os horizontes para o conhecimento básico sobre o que são as deficiências e como elas se manifestam, visando que os visitadores e agentes possam verificar nas famílias as crianças em que o desenvolvimento esteja se tornando diferenciado e dar as orientações corretas.

A capacitação tem carga horário de 60 horas, na terça-feira, dia 20 de fevereiro de 2018, foi o primeiro dia de atividades que contou com 8 horas de atividades durante a manhã e a tarde, onde foram abordados temas como: o que é deficiência, quais são os tipos, inclusão na sociedade, encaminhamento das pessoas com deficiência dentro da rede de assistência do Município e a ética.  

Estiveram presentes os secretários das três secretarias organizadoras: Secretário de Desenvolvimento Social e Habitação Bruno Leitzke, Secretária de Educação Adriana Soares e Secretária de Saúde Arita Bergmann. Durante a tarde o Prefeito Rudinei Härter também esteve conferindo o andamento das atividades, e parabenizando os novos Agentes Comunitários de Saúde que foram apresentados na ocasião e já participaram junto aos demais da primeira etapa da capacitação.

A coordenadora pedagógica, Fátima Armesto destacou “falar de inclusão é falar de uma sociedade que tem lugar para todos”, e salientou que o seminário também irá fazer com que os visitadores saibam auxiliar quanto à aceitação de um portador de deficiência dentro do campo de trabalho, as oportunidades, onde podem buscar os seus direitos. 

Muitas vezes os pais e as famílias não sabem onde procurar assistência à criança que tem necessidade de medicação, fonoaudiólogo ou acompanhamento psicológico, e com os profissionais capacitados poderão auxiliar onde buscar dentro da rede de saúde para que possam ter o devido atendimento.

 No decorrer da capacitação, que acontecerá em 8 etapas, também serão abordados temas como: Deficiência auditiva, língua de sinais, o papel do visitadores domiciliar perante a identificação da deficiência da criança, deficiência motora, a inclusão da pessoa com deficiência no mercado de trabalho, sofrimento psíquico, transtorno global do desenvolvimento, síndrome de Down, deficiência visual, violência na infância, autismo, entre outros. (Ascom Prefeitura)




0 comentários:

Postar um comentário

Comente essa notícia!

DIVULGUE SUA EMPRESA NO CANAL DE NOTÍCIAS MAIS ATUALIZADO DA REGIÃO

Divulgue sua empresa no canal de notícias mais atualizado da região.

Como diz o ditado: “Quem não é visto, não é lembrado”. No Portal de Camaquã, sua empresa será vista por milhares de leitores todo o dia. E o melhor de tudo, é que você o investimento cabe direitinho no seu bolso.

Envie agora mesmo um e-mail para camaquaonline@gmail.com.