domingo, 11 de fevereiro de 2018

RIO GRANDE – TRIBUNAL DE JUSTIÇA DETERMINA INDISPONIBILIDADE DE BENS DE EX-ADMINISTRADOR DA SANTA CASA

Em decisão proferida em regime de plantão do Tribunal de Justiça, o desembargador Ricardo Pippi Schimidt deferiu pedido do Ministério Público para determinar a indisponibilidade de bens e ativos pertencentes ao ex-administrador da Santa Casa de Rio Grande, Rodolfo Gehlen de Brito.

Conforme a decisão, a indisponibilidade deverá alcançar o montante de R$ 112 mil, mediante bloqueio de ativos financeiros via Bacenjud, de veículos via Renavamjud e indisponibilidade sobre bens imóveis.

A decisão foi deferida nos autos de um agravo de instrumento interposto pela Promotoria de Justiça Especializada de Rio Grande.

Conforme o Ministério Público, Rodolfo Gehlen de Brito foi o responsável por atos de improbidade administrativa. Em inquérito civil, foi constatado um esquema de desvio de dinheiro para o ex-administrador da Santa Casa que, na época, já estava afastado da entidade por decisão judicial. Rodolfo utilizava uma terceira pessoa (laranja) que recebia quantias, à titulo de viagens, mas que eram repassadas para ele. O ex-administrador também foi acusado por outros desvios.

Em decisão de 1º Grau, ocorreu um indeferimento ao pedido do MP. Com a decisão do TJ, a sentença inicial foi revertida. Atuou no processo o promotor de Justiça José Alexandre Zachia Alan. (Ascom Ministério Público)


0 comentários:

Postar um comentário

Comente essa notícia!

Você é a favor ou contra a compra da Usinde Asfalto para Camaquã, por cerca de R$ 5 milhões?

Você é a favor ou contra o Horário de Verão?

Você é a favor do trânsito na Bento Gonçalves ser única mão, próximo à rótula do Rua 7 de Setembro?

Como você avalia o Governo Ivo, nos três primeiros meses?

Você aprova a alteração de trânsito realizada na Av. Bento Gonçalves esquina com Sete de Setembro?

Você concorda em liberar os CCs de bater ponto, como ocorreu na Câmara de Vereadores da Capital?

O trânsito de Camaquã melhorou com a atuação dos agentes de trânsito?

Vereadores de Camaquã aprovaram o projeto que cria o estacionamento rotativo. Você é: