quinta-feira, 1 de março de 2018

BARRA DO RIBEIRO - FORÇA TAREFA DE COMBATE AOS CRIMES RURAIS E ABIGEATO RESULTA EM OITO PRESOS

A Polícia Civil, através da Força Tarefa de Combate aos Crimes Rurais e Abigeato, deflagrou na quarta-feira, dia 28 de fevereiro de 2018 a operação Ponta da Lagoa. 

A ação teve por objetivo desarticular uma organização criminosa sediada em Barra do Ribeiro, especializada em crimes de abigeato, assaltos a propriedades rurais, comércio ilegal de armas de fogo e tráfico de drogas. 

Foram cumpridas 29 medidas judiciais - prisões preventivas e mandados de busca e apreensão – em Barra do Ribeiro, Morro Redondo e Caçapava do Sul. 

A ação resultou na prisão de oito pessoas, sendo quatro prisões preventivas e quatro em flagrante. Também foram apreendidas arma de fogo, drogas e em uma das residências os policiais encontraram carne de um animal abatido nesta madrugada.

Segundo o delegado Cristiano Ribeiro Ritta, o grupo criminoso começou a ser investigado pela Força Tarefa de Combate aos Crimes Rurais e Abigeato em julho de 2017. 

De acordo com as investigações a organização realizava em média quatro furtos abigeato e, pelo menos, um assalto a propriedade rural por mês. Nos assaltos os criminosos buscavam por armas e munições que posteriormente eram vendidas a traficantes e abigeatários.

A operação foi denominada “Ponta da Lagoa” em razão da posição geográfica dos municípios mais atacados pela organização criminosa: Barra do Ribeiro, Tapes e Guaíba. 

A Polícia Civil acredita que após a conclusão do inquérito policial que originou a operação “Ponta da Lagoa” ocorra uma significativa diminuição nos casos de abigeato na região.

De acordo com o delegado André Mendes, ao término do inquérito, que ainda corre em segredo de justiça, no mínimo 20 pessoas serão indiciadas pela Polícia Civil por comporem essa organização criminosa, que já gerou prejuízo milionário aos produtores rurais da região de Barra do Ribeiro.

A Operação Ponta da Lagoa, organizada pelo Departamento de Polícia do Interior (DPI), com apoio das delegacias regionais de Camaquã, Pelotas, Santa Cruz do Sul e São Jerônimo, além da Divisão de Apoio Aéreo, contou com a participação de 100 policiais civis entre agentes e delegados. (Ascom Polícia - Foto: Divulgação/Polícia Civil)







0 comentários:

Postar um comentário

Comente essa notícia!

DIVULGUE SUA EMPRESA NO CANAL DE NOTÍCIAS MAIS ATUALIZADO DA REGIÃO

Divulgue sua empresa no canal de notícias mais atualizado da região.

Como diz o ditado: “Quem não é visto, não é lembrado”. No Portal de Camaquã, sua empresa será vista por milhares de leitores todo o dia. E o melhor de tudo, é que você o investimento cabe direitinho no seu bolso.

Envie agora mesmo um e-mail para camaquaonline@gmail.com.