segunda-feira, 1 de janeiro de 2018

SAÚDE - APORTE DE R$ 250 MILHÕES PARA SAÚDE BUCAL AMPLIARÁ SERVIÇOS DA REDE PÚBLICA

O Ministério da Saúde vai destinar R$ 250 milhões para melhorar a assistência à saúde bucal no País. A verba é para a compra de equipamentos e material permanente de saúde bucal de municípios, de todas as regiões. O investimento contribui para qualificar, ampliar e fortalecer o atendimento de Saúde Bucal por meio do Sistema Único de Saúde (SUS) em todo o Brasil.

Os recursos podem ser usados para aquisição de diversos equipamentos, como cadeira odontológica, mocho, compressor, autoclave, aparelho de raios X, fotopolimerizador e amalgamador. A compra dos equipamentos é mais um reforço na execução da Política Nacional de Saúde Bucal e dá suporte à ampliação e qualidade do trabalho das Equipes de Saúde Bucal, que atuam na Atenção Básica, principal porta de entrada para o SUS.

Elas são responsáveis por realizar, minimamente, ações de promoção, prevenção, diagnóstico, tratamento, reabilitação e manutenção da saúde, orientadas pela premissa da resolutividade de pelo menos 80% das demandas apresentadas pelos cidadãos. 

Investimentos 

Em julho deste ano, o Ministério da Saúde anunciou a liberação de R$ 344,3 milhões para qualificar, ampliar e fortalecer o atendimento de Saúde Bucal pelo SUS, em todo o Brasil. Desse total, R$ 89,9 milhões são relativos ao custeio de 2.299 novas Equipes de Saúde Bucal.

Outros R$ 2,6 milhões foram destinados à aquisição de 17 Unidades Odontológicas Móveis e R$ 1,9 milhão ao custeio de 34 equipes de UOMs, que aguardavam credenciamento para recebimento da contrapartida federal. Para a aquisição das cadeiras odontológicas, a pasta destinou R$ 250 milhões.

O Ministério da Saúde investiu R$ 1,78 milhão em novembro deste ano para implantação de 35 Centros de Especialidades Odontológicas (CEOs) em 14 estados. São unidades de saúde com atendimentos especializados, preparadas para oferecer diagnóstico com ênfase na detecção do câncer de boca, periodontia especializada, cirurgia oral menor, endodontia e atendimento a portadores de necessidades especiais.

Ainda em novembro, a pasta também fez a entrega simbólica de 2,6 milhões de kits de saúde bucal para comunidades indígenas de todo o Brasil. Cada kit continha creme, escova e fio dental, num investimento total de R$ 3,98 milhões. (Ministério da Saúde)


0 comentários:

Postar um comentário

Comente essa notícia!

Você é a favor ou contra a compra da Usinde Asfalto para Camaquã, por cerca de R$ 5 milhões?

Você é a favor ou contra o Horário de Verão?

Você é a favor do trânsito na Bento Gonçalves ser única mão, próximo à rótula do Rua 7 de Setembro?

Como você avalia o Governo Ivo, nos três primeiros meses?

Você aprova a alteração de trânsito realizada na Av. Bento Gonçalves esquina com Sete de Setembro?

Você concorda em liberar os CCs de bater ponto, como ocorreu na Câmara de Vereadores da Capital?

O trânsito de Camaquã melhorou com a atuação dos agentes de trânsito?

Vereadores de Camaquã aprovaram o projeto que cria o estacionamento rotativo. Você é: