segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

RS - HOMEM JOGA PEDRA DO ALTO DE VIADUTO, ATINGE CARRO NA BR-116 E DEIXA MULHER COM BRAÇO QUEBRADO

Do alto de um viaduto em Canoas, na Região Metropolitana, veio o bloco de concreto que atingiu o carro de um casal que trafegava pela BR-116, segunda-feira, dia 22 de janeiro de 2018. Era 22h12min. A principal rodovia que liga Capital e Serra ainda tinha bom fluxo de veículos, o que não inibiu um homem de 32 anos de subir no viaduto da Rua Mauá — o primeiro para quem sai de Porto Alegre — e atirar a pedra nos carros.

Segundo relato do homem ao policial rodoviária federal que atendeu à ocorrência, é um hábito que tem. Revelou que lhe dá prazer atirar objetos nos veículos que passam. Desta vez, porém, acertou e feriu uma mulher que estava sentada no banco do caroneiro, ao lado do noivo. 

O pedregulho de cimento rasgou o parabrisa, junto à coluna lateral esquerda, cruzou por dentro do automóvel, bateu na porta direita, atingiu o braço da vítima e se acomodou entre sua perna esquerda e a alavanca da caixa de câmbio.

— Nosso carro foi atingido por alguma coisa que, no momento, não entendemos o que era. A gente pensou que fosse um carro caindo de cima do viaduto, um motoqueiro, uma pessoa ou algum outro carro desgovernado que nos atingiu na BR. Foi horrível. Só lembro do vidro estraçalhando e caindo em cima da gente — descreveu a vítima.

Assustada com a dor que fazia latejar seu braço direito, a mulher gritou para que o companheiro não parasse o veículo. Mesmo com a visão prejudicada pelo vidro dianteiro transformado em cacos e sem poder utilizar o espelho retrovisor, danificado, ele conseguiu acessar a rua lateral e chegar até um posto de combustíveis.

Foi aí que o casal entendeu o que tinha acontecido, ao ver o bloco de concreto apoiado entre a perna esquerda e o câmbio do carro. A mulher teve de passar por cirurgia. Foi colocada uma placa com pinos no osso do braço quebrado pelo impacto.

— A dor foi horrível. Passei a mão para ver se não tinha uma fratura exposta. Graças a Deus não tinha. Meu seio doía. Imaginei que estivesse toda rasgada, mas eram apenas cacos de vidro. Muitos cacos no corpo.

Em forma de desabafo, esclareceu as informações que recebeu da polícia:

— Algum FDP simplesmente se deu ao luxo de subir no viaduto e atirar pedra nos carros como prazer. Joga a pedra e sai correndo. Não foi a primeira vez. Se aquilo não tivesse pego na coluna do carro, poderíamos estar mortos agora. Se tivesse pego em cheio, não estaríamos aqui. De onde a gente menos espera vem uma brutalidade, uma estupidez. Tem horas que eu não consigo acreditar no que aconteceu.

Conforme a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o homem foi detido e encaminhado para registro da ocorrência na Delegacia de Polícia Civil de Canoas, onde assinou Termo Circunstanciado e foi liberado. 

A corporação não divulgou o nome do homem, mas confirmou que essa não foi a primeira vez que ele faz isso e que o rapaz garantiu não ter tido intenção de roubar os veículos, pois atirava as pedras por prazer. Por segurança, a PRF afirmou que os viadutos estão sendo monitorados por câmeras e viaturas. A investigação do caso ficará a cargo da Polícia Civil. (Por: GaúchaZH)



0 comentários:

Postar um comentário

Comente essa notícia!

Você é a favor ou contra a compra da Usinde Asfalto para Camaquã, por cerca de R$ 5 milhões?

Você é a favor ou contra o Horário de Verão?

Você é a favor do trânsito na Bento Gonçalves ser única mão, próximo à rótula do Rua 7 de Setembro?

Como você avalia o Governo Ivo, nos três primeiros meses?

Você aprova a alteração de trânsito realizada na Av. Bento Gonçalves esquina com Sete de Setembro?

Você concorda em liberar os CCs de bater ponto, como ocorreu na Câmara de Vereadores da Capital?

O trânsito de Camaquã melhorou com a atuação dos agentes de trânsito?

Vereadores de Camaquã aprovaram o projeto que cria o estacionamento rotativo. Você é: