quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

DOM FELICIANO - SECRETARIA DE CIDADANIA OFERECE OFICINA DE GASTRONOMIA

Claudine Alencastro, 26 anos, quatro filhos, é uma das alunas da Oficina de Gastronomia, oferecida pela Secretaria Municipal de Cidadania, Ação e Desenvolvimento Social de Dom Feliciano, desde junho. 

O curso, ministrado por Raquel Tyska, teve três módulos, e acontece na cozinha do CRAS - Centro de Referência de Assistência Social.

Nesta quarta, dia 24 de janeiro de 2018, alunas dos turnos da manhã e noite, num total de 18 mulheres, estarão envolvidas no almoço de encerramento. Todas receberão certificado, por módulo – Salgados, Doces e Massas e Pães, do SENAC, somando 350 horas.

“O meu dinheiro é pouco – para água, luz e gás”, diz Claudine. “Não há como tirar daí para comprar ingredientes para fazer coisas para vender”, lamenta. Entretanto, ela pretende trabalhar na área, em algum restaurante, por exemplo, e aproveitou bem o curso com as dicas de reaproveitamento. “Podemos fazer um bolo aproveitando não só a maça, como a casca, e ainda não é preciso comprar fermento para um bolo batido no liquidificador”, conta.

“Muitas vezes, temos os ingredientes dentro de casa e não sabemos”. O número de participantes reduziu para seis pela manhã e 12 à tarde, porque muitas delas partiram para a colheita de tabaco que acontece no município.

Raquel já trabalha com gastronomia há oito anos e para o ano pretende fazer graduação em Pelotas. Foi ela que pilotou a cozinha na maior parte das edições do Fórum da Agricultura Familiar, que acontece em Dom Feliciano. O curso inicia com Boas Práticas, dando noções de higiene e manuseio dos alimentos e ambiente. “A satisfação de passar o que sei e que isso se multiplica, porque é passado adiante, é muito grande”, diz a instrutora.

Clélia Soares, 63 anos, viúva, mãe de três filhos, gosta mais de fazer os salgados e já fez alguns para levar para as reuniões do grupo de terceira idade que participa. Adriana Soares, 27 anos, casada, afirma ter gostado de todo aprendizado. “Cada dia aprendemos uma coisa”, diz. Ela pretende também trabalhar com gastronomia.

Norma, 48 anos, fará docinhos para a mesa do bolo de casamento dela, que acontece em fevereiro, mas já colocou as receitas em prática nas festas de família. Para a formatura, amanhã ao meio-dia, e para o qual elas estarão envolvidas desde cedo, pensaram para o menu: lasanha, frango com massa, batata doce, doce de pêssego – receita de uma das alunas, Chico Balançado e Torta de Bolacha. (Ascom PM DFE / Fotos: Divulgação)


0 comentários:

Postar um comentário

Comente essa notícia!

Você é a favor ou contra a compra da Usinde Asfalto para Camaquã, por cerca de R$ 5 milhões?

Você é a favor ou contra o Horário de Verão?

Você é a favor do trânsito na Bento Gonçalves ser única mão, próximo à rótula do Rua 7 de Setembro?

Como você avalia o Governo Ivo, nos três primeiros meses?

Você aprova a alteração de trânsito realizada na Av. Bento Gonçalves esquina com Sete de Setembro?

Você concorda em liberar os CCs de bater ponto, como ocorreu na Câmara de Vereadores da Capital?

O trânsito de Camaquã melhorou com a atuação dos agentes de trânsito?

Vereadores de Camaquã aprovaram o projeto que cria o estacionamento rotativo. Você é: