domingo, 7 de janeiro de 2018

BUTIÁ - IMAGENS MOSTRAM CRIMINOSO COM FUZIL AMEAÇANDO PESSOAS DURANTE ATAQUE A BANCOS

Imagens de uma das câmeras de segurança de um bar em Butiá, na Região Metropolitana de Porto Alegre, mostram um criminoso armado com fuzil ameaçando pessoas e buscando reféns durante roubo a agências bancárias na cidade. 

Durante a ação, que teve início por volta das 2h de sábado, dia 6 de janeiro de 2018, três pessoas ficaram feridas sem gravidade – dois jovens com tiros de raspão e um policial militar com estilhaços.

Na gravação, é possível observar que o assaltante está encapuzado e fortemente armado. Assustados, os clientes chegam a correr para dentro do bar, mas recebem a ordem para que saiam do estabelecimento. No meio da rua, um comparsa rende os reféns e pede para que eles indiquem onde estão as outras agências.

Isso porque o primeiro ataque foi no Banco do Brasil, onde os criminosos chegaram atirando. Mas eles não conseguiram levar o dinheiro, porque um dispositivo de segurança manchou as cédulas de tinta depois da explosão dos caixas.

Em seguida, o grupo, que segundo a polícia era formado por pelo menos 15 pessoas, abordou os reféns. Os criminosos ordenaram que andassem na frente e indicassem a localização das outras agências. 

Na Caixa Econômica Federal, também saíram sem dinheiro. Mais uma vez por causa de um dispositivo de segurança, que soltou uma fumaça densa, deixando os criminosos desorientados.

A quadrilha, contudo, não desistiu e foi para a terceira tentativa. O Banrisul, onde conseguiram levar o dinheiro. A quantia, no entanto, não foi informada pelas autoridades.

Após os ataques, a tensão tomou conta dos moradores do município de pouco mais de 20 mil habitantes, localizado a cerca de 15km de Porto Alegre. Uma senhora, que preferiu não se identificar, diz que o medo ainda é grande.

"Acordei com um barulho, uma explosão. Abri a porta e era uma fumaça, a gente ouvia barulho de tiro, não sei se metralhadora. Aí começaram a revidar. Horrível, de apavorar", conta.

O delegado João Paulo de Abreu, da 1ª Delegacia de Polícia de Repressão a Roubos do Departamento Estadual de Investigações Criminais (DEIC), relata que esse grupo criminoso é extremamente violento e que a polícia fará de tudo para identificar e prender os responsáveis pela ação.

"Merecem, por parte do poder público, uma pronta resposta. Produzir provas em relação a essas pessoas, confrontando essas provas que já foram colhidas de fatos anteriores, de 2017, pra dizer que são as mesmas pessoas que atuaram agora em Butiá e levá-las o quanto antes a prisão", afirma.

O prefeito de Butiá, Daniel Almeida (PT), lamenta que apenas dois policiais militares estavam de plantão no momento da ocorrência.

"Nós vivemos em uma cidade de 21 mil habitantes guarnecida na madrugada por apenas dois brigadianos, às vezes três. É lamentável, uma tragédia anunciada. Nós cobramos junto à Brigada Militar, junto à Secretaria da Segurança do estado, fizemos três audiências e a gente não tem retorno nenhum de aumento de efetivo", reclama.

O comandante da Região Centro-sul da Brigada Militar, coronel Paulo Ricardo Quadros Remião, disse que a corporação já pediu o reforço de policiamento, mas isso deve acontecer somente após a formatura de 140 soldados, prevista para março. 

O comandante disse, ainda, que na hora do ataque tinham três policiais em Butiá. Ele reconhece que é pouco, mas lembra que essa defasagem não é um problema só desse município.

Quem tiver informações sobre os criminosos que fugiram pode ligar para o disque-denúncia da Polícia Civil, pelo número 0800-510-2828. (Por Léo Saballa Jr., RBS TV)


0 comentários:

Postar um comentário

Comente essa notícia!

DIVULGUE SUA EMPRESA NO CANAL DE NOTÍCIAS MAIS ATUALIZADO DA REGIÃO

Divulgue sua empresa no canal de notícias mais atualizado da região.

Como diz o ditado: “Quem não é visto, não é lembrado”. No Portal de Camaquã, sua empresa será vista por milhares de leitores todo o dia. E o melhor de tudo, é que o investimento cabe direitinho no seu bolso!

Envie agora mesmo um e-mail para camaquaonline@gmail.com.