sexta-feira, 24 de novembro de 2017

PELOTAS - RÉU É CONDENADO A 16 ANOS E 8 MESES DE PRISÃO POR MORTE DE TRAVESTI EM 2015

Em júri ocorrido na terça-feira, dia 21 de novembro de 2017, na Vara do Júri de Pelotas, o réu Lucas da Silva Rocha foi condenado a 16 anos e 8 meses de reclusão pela morte da travesti Brenda Lee.

O crime aconteceu na residência da vítima, na madrugada de 16 de dezembro de 2015. Ela foi morta três dias antes de sua formatura no curso de Psicologia. O réu desferiu contra a vítima quatro golpes efetuados com um cinzeiro de ferro, o que ocasionou afundamento dos ossos do crânio de Brenda.

A acusação esteve a cargo do promotor de Justiça José Olavo Bueno dos Passos, que sustentou a necessidade de condenação do réu, uma vez que o crime foi executado por motivo de ódio, pautando-se na homofobia.

A defesa do réu alegou legítima defesa em virtude de discussões de relacionamento. O salão do júri esteve lotado durante todo o julgamento, já que o caso gerou comoção na comunidade pelotense, onde a vítima era querida e conhecida.

O corpo de jurados acolheu integralmente a tese do MP de que o homicídio foi qualificado - por meio que dificultou a defesa da vítima - e de que o réu também praticou furto do automóvel e celular da vítima.

A sessão de julgamento foi presidida pelo juiz Régis Vanzin, titular da 1ª Vara Criminal. (Ascom Ministério Público)

 

0 comentários:

Postar um comentário

Comente essa notícia!

DIVULGUE SUA EMPRESA NO CANAL DE NOTÍCIAS MAIS ATUALIZADO DA REGIÃO

Divulgue sua empresa no canal de notícias mais atualizado da região.

Como diz o ditado: “Quem não é visto, não é lembrado”. No Portal de Camaquã, sua empresa será vista por milhares de leitores todo o dia. E o melhor de tudo, é que o investimento cabe direitinho no seu bolso!

Envie agora mesmo um e-mail para camaquaonline@gmail.com.