segunda-feira, 27 de novembro de 2017

INFORMATIVO - PROJETO DE SOSSELLA QUER HOMENAGEAR ENÓLOGOS E VALORIZAR SETOR VITIVINÍCOLA


Instituir o 22 de outubro como o Dia Estadual do Enólogo é o que prevê o Projeto de Lei 240/2017, apresentado pelo líder da Bancada do PDT na Assembleia Legislativa, deputado Gilmar Sossella. O objetivo é homenagear, dar visibilidade e reconhecer a devida importância destes profissionais e também valorizar a vitivinicultura gaúcha.

“Os enólogos contribuem decisivamente e diariamente para que o nosso Estado tenha importância fundamental no contexto vitivinícola nacional e, inclusive, internacional. Além de reconhecer a relevância da profissão, abre-se oportunidade para que sejam realizados eventos comemorativos à data, movimentando todo o setor gaúcho”, destacou Sossella.

O projeto de lei destaca as competências e responsabilidades do profissional formado em enologia. Entre elas, a de analisar as características físicas, químicas, botânicas, organolépticas e sanitárias da uva. Também organiza, dirige e assessora departamentos de controle de qualidade, de pesquisa e de fiscalização na área da vitivinicultura.

Em cantinas de vinificação, órgãos de pesquisa enológica e indústrias de bebidas, os enólogos atuam no controle e na fiscalização de vinhos e derivados da uva e do vinho, identificando, avaliando e qualificando uvas, vinhos e derivados. Outra função do profissional é quanto à orientação dos viticultores a respeito dos aspectos técnicos para formar vinhedos de melhor produtividade e qualidade.

A data escolhida para marcar o Dia do Estadual do Enólogo remete à fundação da Associação Brasileira de Enologia em 22 de outubro de 1976. Trata-se de uma sociedade civil de âmbito nacional que busca promover a enologia e a viticultura nos planos científico, tecnológico, artístico, didático e de cultura geral. 

Além disso, estabelece uma relação harmônica entre os enólogos e consumidores e na fundação da Escola Agrotécnica Federal de Bento Gonçalves, que habilita técnicos em enologia para todo o Brasil, por meio da Lei Federal nº 3.646, de 22 de outubro de 1959.

“Essa homenagem irá preencher uma lacuna, pelo menos no âmbito estadual, já que existe uma proposta federal que não chegou a virar lei. O projeto de 83, apresentado no Congresso pelo ex-prefeito de Bento Gonçalves e ex-deputado federal Darcy Pozza, foi arquivado ainda em 89”, completou Sossella. (Ascom Dep. Sossela)


0 comentários:

Postar um comentário

Comente essa notícia!

DIVULGUE SUA EMPRESA NO CANAL DE NOTÍCIAS MAIS ATUALIZADO DA REGIÃO

Divulgue sua empresa no canal de notícias mais atualizado da região.

Como diz o ditado: “Quem não é visto, não é lembrado”. No Portal de Camaquã, sua empresa será vista por milhares de leitores todo o dia. E o melhor de tudo, é que você o investimento cabe direitinho no seu bolso.

Envie agora mesmo um e-mail para camaquaonline@gmail.com.