quinta-feira, 19 de outubro de 2017

SANTA VITÓRIA DO PALMAR E RIO GRANDE - PF REALIZA OPERAÇÕES SIMULTÂNEAS CONTRA TRÁFICO DE DROGAS

A Polícia Federal realizou na manhã da quinta-feira, dia 19 de outubro de 2017, simultaneamente, duas operações contra o tráfico de drogas nas cidades de Santa Vitória do Palmar e Rio Grande, ambas na Região Sul do Rio Grande do Sul.

As ordens judiciais foram decretadas pela Justiça Federal de Rio Grande e pela Justiça Estadual de Santa Vitória do Palmar.

Em Rio Grande, um homem foi preso e quatro foram levados para prestar depoimento na delegacia. Na casa de um dos suspeitos foram encontrados aproximadamente R$ 10 mil em reais e dólares, além de uma arma ter sido apreendida.

A operação recebeu o nome de Caravelas, e teve as investigações iniciadas em agosto de 2017, quando 267 kg de cocaína foram encontrados dentro de um contêiner que seria exportado para a Espanha a partir do Porto de Rio Grande.

A cocaína estava em 10 bolsas em meio a uma carga de pallets de plástico, encontrada pela Receita Federal.

A investigação conduzida pela PF apurou a participação de pessoas ligadas a empresas de transporte de cargas. Dentro desta operação são cumpridos nove mandados de busca e apreensão, dois mandados de prisão temporária e quatro de condução coercitiva.

A outra operação da PF é a R5.2, que é um desdobramento de uma ação que começou em 2014, e que investiga o tráfico de drogas no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina.

Nesta ação são cumpridos 17 mandados de busca e apreensão e seis de prisão preventiva. Entre os alvos das ordens judiciais estão pessoas beneficiadas por um habeas corpus do Supremo Tribunal Federal (STF), de 2015, que concedeu liberdade aos suspeitos. 

No entanto, de acordo com a polícia, as investigações apontaram que essas pessoas continuavam ligadas ao tráfico de drogas, o que fez com que a Justiça de Santa Vitória do Palmar decretasse a prisão preventiva.

Nas duas operações, cerca de 100 policiais cumprem 26 mandados de busca e apreensão, além de outros seis de prisão preventiva, dois de prisão temporária, e quatro condução coercitiva (quando a pessoa é levada para prestar depoimento na delegacia). (G1 - Foto: Nathália King/RBS TV)


0 comentários:

Postar um comentário

Comente essa notícia!

DIVULGUE SUA EMPRESA NO CANAL DE NOTÍCIAS MAIS ATUALIZADO DA REGIÃO

Divulgue sua empresa no canal de notícias mais atualizado da região.

Como diz o ditado: “Quem não é visto, não é lembrado”. No Portal de Camaquã, sua empresa será vista por milhares de leitores todo o dia. E o melhor de tudo, é que o investimento cabe direitinho no seu bolso!

Envie agora mesmo um e-mail para camaquaonline@gmail.com.