PELOTAS - HOMEM DE 70 ANOS TERIA PERMANECIDO PRESO DENTRO DE CASA POR QUASE TRÊS MESES NO BAIRRO FRAGATA

A 3ª Delegacia da Polícia Civil investiga a suspeita de um caso de cárcere privado no Bairro Fragata, em Pelotas. A vítima E.W., 70, relatou à polícia que teria ficado quase três meses sem poder sair de casa.

O motivo seria a cuidadora, S.S.B.N. Segundo o idoso, ela o tratava mal e dizia que o homem tinha Alzheimer. O caso foi registrado no sábado, dia 30 de setembro de 2017.

Segundo o boletim de ocorrência, além de levar as chaves da casa adquirida pela vítima, a cuidadora é apontada de apropriar-se dos documentos, como carteira de identidade, de motorista, os cartões do banco e o celular. O idoso também estaria impedido de acessar o próprio salário.

Com a ajuda de um vizinho, o homem teria conseguido acionar a Brigada Militar (BM). Para a polícia, a vítima disse que não tinha acesso à comida e teria permanecido todo o tempo preso dentro do quarto.

O cárcere teria durado de julho a setembro. O idoso foi até a polícia com a presença de um advogado e uma testemunha para a acusação de cárcere privado. (Diário Popular)

 

0 comentários:

Postar um comentário

Comente essa notícia!

Você é a favor ou contra o Horário de Verão?

Você é a favor do trânsito na Bento Gonçalves ser única mão, próximo à rótula do Rua 7 de Setembro?

Como você avalia o Governo Ivo, nos três primeiros meses?

Você aprova a alteração de trânsito realizada na Av. Bento Gonçalves esquina com Sete de Setembro?

Você concorda em liberar os CCs de bater ponto, como ocorreu na Câmara de Vereadores da Capital?

O trânsito de Camaquã melhorou com a atuação dos agentes de trânsito?

Vereadores de Camaquã aprovaram o projeto que cria o estacionamento rotativo. Você é: