RIO GRANDE - EMPRESA QUE OFERECIA LAUDOS FALSOS TEM SUAS ATIVIDADES SUSPENSAS PELA JUSTIÇA

Atendendo pedido do Ministério Público, a Justiça Criminal da comarca de Rio Grande suspendeu, em caráter liminar, as atividades da empresa Vidroquímica, bem como todos os exames laboratoriais que a mesma realizava em cumprimento a condicionantes constantes em licenciamentos ambientais.

A Justiça também recebeu denúncia contra duas pessoas proprietárias da empresa. Conforme a decisão, a Fundação Estadual de Proteção Ambiental – Fepam e a Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Rio serão comunicadas para que suspendam eventuais credenciamentos da empresa e das denunciadas junto a tais órgãos para que não mais realizem exames em cumprimento a condicionantes constantes em licenciamentos ambientais.

De acordo com o promotor de Justiça José Alexandre Zachia Alan, a empresa Vidroquímica oferecia laudos falsos ou enganosos em processos de licenciamento ambiental, seja porque não possuíam os equipamentos suficientes para a realização dos exames, seja porque os apresentavam com assinaturas supostamente falsas.

“As empresas interessadas contratavam a Vidroquímica, a princípio sem saber de tais defecções e fraudes, e apresentavam laudos à Fepam completamente enganosos”. Ele acrescenta que “o dano disso é evidente, uma vez que os envolvidos apresentavam para a Fepam laudos dizendo que a empresa produzia poluição com índices irreais”. (Ministério Público)

 

0 comentários:

Postar um comentário

Comente essa notícia!

Você é a favor do trânsito na Bento Gonçalves ser única mão, próximo à rótula do Rua 7 de Setembro?

Como você avalia o Governo Ivo, nos três primeiros meses?

Você aprova a alteração de trânsito realizada na Av. Bento Gonçalves esquina com Sete de Setembro?

Você concorda em liberar os CCs de bater ponto, como ocorreu na Câmara de Vereadores da Capital?

O trânsito de Camaquã melhorou com a atuação dos agentes de trânsito?

Vereadores de Camaquã aprovaram o projeto que cria o estacionamento rotativo. Você é: