GERAL - MENINA DE 18 ANOS SOFRE ESTUPRO COLETIVO E UM DOS SUSPEITOS TERIA GRAVADO O ESTUPRO USANDO UM CELULAR

Uma estudante de 18 anos foi estuprada por ao menos três rapazes, dois deles menores de idade, na noite de sábado, 16, na região central de Peruíbe, litoral sul do Estado de São Paulo. Um dos suspeitos teria gravado o estupro usando a câmera de um celular.

A jovem, que estava embriagada, desmaiou durante o ataque e só voltou a si quando já era atendida na Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) da cidade. Na tarde desta segunda-feira, 18, a Polícia Civil deteve três suspeitos do crime - dois deles menores de idade.

A garota contou que estava conversando e bebendo com amigos na Praça Melvin Jones, próximo do terminal de informações turísticas de Peruíbe, quando começou a passar mal em razão da embriaguez. Três rapazes se dispuseram a levá-la para casa, mas, no trajeto, a carregaram para o banheiro do estacionamento de um edifício, a uma quadra da praça. A estudante relatou que, nesse local, foi jogada ao chão, teve as roupas arrancadas e foi estuprada. Antes de desmaiar, ela viu um deles usando o celular para filmar o outro que a violentava.

De acordo com o delegado Bruno Mateo Lázaro, pela imagem de câmeras instaladas na praça e pelo depoimento de testemunhas, foi possível identificar os dois suspeitos menores. Eles são moradores do prédio em cujo estacionamento a vítima foi violentada e indicaram o cúmplice maior de idade. Exames preliminares realizados no Instituto Médico Legal (IML) confirmaram que houve abuso sexual. Além disso, a jovem apresentava hematomas e ferimentos nos braços.

Conforme o delegado, os suspeitos foram ouvidos e não negaram os crimes. "Representamos à Justiça pela prisão temporária do maior de idade, que tem 18 anos, e pela apreensão cautelar dos dois adolescentes, que têm 17 e 15 anos", disse. Ainda segundo o delegado, a menor relatou ter visto um dos rapazes usando um celular para filmar o estupro. "Os suspeitos negaram, mas podem ter apagado a filmagem. Vamos fazer a perícia nos aparelhos, se for necessário."

Eventual participação de outras pessoas no crime também não está descartada. "Por enquanto, os elementos indicam que foram os três, mas as investigações continuam", disse. Ainda segundo o delegado, o fato de a jovem estar embriagada agrava o crime, já que ela sequer poderia opor resistência. Se condenado, o maior de idade pode pegar de 8 a 15 anos de prisão. A vítima vai receber acompanhamento médico e psicológico. (Por: Estadão Conteúdo)

 

0 comentários:

Postar um comentário

Comente essa notícia!

Você é a favor ou contra a compra da Usinde Asfalto para Camaquã, por cerca de R$ 5 milhões?

Você é a favor ou contra o Horário de Verão?

Você é a favor do trânsito na Bento Gonçalves ser única mão, próximo à rótula do Rua 7 de Setembro?

Como você avalia o Governo Ivo, nos três primeiros meses?

Você aprova a alteração de trânsito realizada na Av. Bento Gonçalves esquina com Sete de Setembro?

Você concorda em liberar os CCs de bater ponto, como ocorreu na Câmara de Vereadores da Capital?

O trânsito de Camaquã melhorou com a atuação dos agentes de trânsito?

Vereadores de Camaquã aprovaram o projeto que cria o estacionamento rotativo. Você é: