INFORMATIVO - CCJ APROVA PROJETO DE LEI DE SOSSELLA QUE COMBATE O DESPERDÍCIO DE ALIMENTOS

O Projeto de Lei 92/2015, que trata sobre a doação e reutilização de gêneros alimentícios e sobras de alimentos no Estado, foi aprovado por unanimidade na terça-feira, dia 15 de agosto de 2017, pela Comissão de Constituição de Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa. A iniciativa é de autoria do deputado estadual e líder da bancada do PDT no Parlamento, Gilmar Sossella. 

A solicitação foi trazida ao deputado pelo assessor parlamentar na época, Viriato Baptista de Azevedo, a pedido do frei Jaime Bettega, que relatou que em Caxias do Sul quatro toneladas de alimentos sobrados de restaurantes, cozinhas industriais, padarias, supermercados e outros estabelecimentos são jogados fora por dia.

Enquanto isso, dezenas de entidades de assistência social fazem mutirões e campanhas para arrecadar comida para moradores de rua, pessoas em extrema pobreza, crianças e idosos abandonados.

De acordo com Sossella, o objetivo é possibilitar a reutilização de sobras desde que elas estejam em qualidade alimentar própria, seguindo a legislação sanitária vigente. “Essa lei exclui completamente o fornecimento de restos de alimentos que ficam no prato já servido. O que queremos é dar a oportunidade para as empresas fabricantes de alimentos de doarem o excedente produzido, contendo o desperdício”, explicou o deputado, que é titular da CCJ.

O projeto de lei determina que a doação de alimentos deverá ser gratuita e destinada a entidades públicas ou privadas de assistência social e segurança alimentar, excluída a destinação de alimentação para escolas de quaisquer espécie, presídios e abrigos para adolescentes infratores.

As entidades, doadoras e receptoras, que participarem de programas de reutilização de gêneros alimentícios e de sobras de alimentos devem seguir parâmetros e critérios nacionais e internacionais reconhecidos, que garantam a segurança do alimentos em todas as etapas do processo de produção, transporte, distribuição e consumo.

“Queremos agradecer o parecer favorável recebido do deputado Tiago Simon (PMDB) para esta nossa proposta e também o apoio de todos os deputados que aprovaram hoje o nosso projeto de lei. Seguiremos na luta para que ele possa se tornar lei ainda este ano em nosso Estado e beneficiar milhares de pessoas”, destacou Sossella.  (Ass. Deputado - Crédito da foto: Wilson Cardoso)

 

0 comentários:

Postar um comentário

Comente essa notícia!

Você é a favor ou contra a compra da Usinde Asfalto para Camaquã, por cerca de R$ 5 milhões?

Você é a favor ou contra o Horário de Verão?

Você é a favor do trânsito na Bento Gonçalves ser única mão, próximo à rótula do Rua 7 de Setembro?

Como você avalia o Governo Ivo, nos três primeiros meses?

Você aprova a alteração de trânsito realizada na Av. Bento Gonçalves esquina com Sete de Setembro?

Você concorda em liberar os CCs de bater ponto, como ocorreu na Câmara de Vereadores da Capital?

O trânsito de Camaquã melhorou com a atuação dos agentes de trânsito?

Vereadores de Camaquã aprovaram o projeto que cria o estacionamento rotativo. Você é: