CAMAQUÃ - SEMINÁRIO DEBATEU A SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL

O Auditório Maria Lúcia Justo Sostruznik, da Secretaria Especial da Mulher, do Trabalho e Desenvolvimento Social estava lotado na manhã da quinta-feira, dia 6 de julho de 2017, para o Seminário de Segurança Alimentar e Nutricional de Camaquã, uma das primeiras ações do Projeto Formação em Segurança Alimentar e Nutricional no Rio Grande do Sul.

O evento que será realizado em outros 40 municípios gaúchos, visa o fortalecimento do Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional no RS, buscando a integração e participação das diversas secretarias municipais que possuem ações relacionas à SAN e Emater.

Durante a apresentação cultural, a aluna Ruby Gomes Figueira, estudante do sexto ano da escola municipal Sepé Tiaraju cantou as músicas Trevo e A Paz e encantou a todos pela bela voz. O prefeito Ivo de Lima Ferreira fez a abertura oficial do seminário e destacou que Camaquã está de portas abertas para desenvolver o projeto.

“Precisamos produzir alimentos, mas com segurança e tecnologia, precisamos do alimento para sobreviver, mas de alimento de qualidade”, destacou, parabenizando pela organização do evento.

A primeira parte do evento contou com a palestra, da coordenadora de apoio da Segurança Alimentar e Nutricional da Secretaria Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional, Ana Flávia de Mello e Souza, que abordou as perspectivas da segurança alimentar e nutricional e sua importância nos municípios.

“É importante fomentar e articular ações de promoção da segurança alimentar, o que trará subsídios para discussão de temáticas relacionadas às ações sobre o assunto de interesse do município”. Ela declarou estar muito feliz em poder ver os resultados deste trabalho que vem sendo articulado. Ela anunciou que duas escolas de Camaquã receberão cisternas através do programa.

Também entre as boas notícias, o representante do Departamento de Desenvolvimento Agrário da Secretaria de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo, Luiz Fernando Fleck, afirmou que serão destinados R$ 80 mil para a aquisição de um veículo para beneficiar os pequenos produtores, através da SDR.

Na sequência, o médico veterinário Valmor Lansini, supervisor da Coordenadoria Regional da Secretaria Estadual de Agricultura, falou da questão da segurança alimentar envolvendo as boas práticas no manuseio dos produtos de origem animal e mostrou como os alimentos podem sofrer contaminação nos restaurantes e nos lares por manuseio incorreto, ou falta de higiene. E ainda dos casos de indústrias que burlam a fiscalização para vender produtos com diversos tipos de irregularidades.

 Na parte da tarde, houve oficina abordando o tema Diagnóstico de Segurança Alimentar e Nutricional do Município quando os participantes do encontro puderam discutir temáticas relacionadas e SAN de interesse do Município, além de identificar as ações que o Município vem realizando. E, ao final, ocorreu a indicação de representantes municipais para Formação em Segurança Alimentar e Nutricional, curso presencial de 40 horas.

A coordenação geral do projeto é da professora Gabriela de Souza, coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Rural da Ufrgs, e conta com a Coordenação local, Centro Sul, de professora Rafaela Printes, Uergs.

A iniciativa é do Ministério do Desenvolvimento Rural e Agrário (MDSA), através da Secretaria Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (SAN) e executado, na região Centro Sul, pela parceria entre a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs) e a Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (Uergs), Unidade em Tapes e contou com o apoio para a realização da Prefeitura Municipal de Camaquã, através da Secretária Especial da Mulher, do Trabalho e Desenvolvimento Social, Secretaria da Agricultura e Abastecimento, Secretaria de Educação, Secretaria da Saúde e EMATER. (Ascom Prefeitura)







 

0 comentários:

Postar um comentário

Comente essa notícia!

Como você avalia o Governo Ivo, nos três primeiros meses?

Você aprova a alteração de trânsito realizada na Av. Bento Gonçalves esquina com Sete de Setembro?

Você concorda em liberar os CCs de bater ponto, como ocorreu na Câmara de Vereadores da Capital?

O trânsito de Camaquã melhorou com a atuação dos agentes de trânsito?

Vereadores de Camaquã aprovaram o projeto que cria o estacionamento rotativo. Você é: