RS - VEREADOR DE TORRES É PRESO POR COAÇÃO NO CURSO DO PROCESSO, APÓS PROFERIR AMEAÇAS CONTRA PROMOTOR DE JUSTIÇA

Ao atender pedido da Promotoria de Justiça de Torres, a Brigada Militar cumpriu nesta quinta-feira, 1º, mandado de prisão contra o vereador municipal Valmir Daitx Alexandre, conhecido como “Pardal”. A prisão preventiva foi decretada pelo juízo da Vara Criminal da Comarca de Torres.

Conforme foi apurado pelo Ministério Público, Valmir Daitx Alexandre, em sessões plenárias da Câmara Municipal, buscando constranger o promotor de Justiça que atua em processo criminal a que responde, proferiu ameaças contra o agente ministerial, o que configura o crime de coação no curso do processo.

No despacho, a Justiça aponta que a manifestação do vereador “é totalmente dissociada da sua atuação como parlamentar, estando o réu abusando de seu direito, usando de sua condição para amedrontar os profissionais que atuam no processo criminal”.

Valmir Daitx Alexandre é policial militar da reserva e será recolhido no Batalhão de Polícia e Guarda da Brigada Militar de Porto Alegre.

De acordo com o subprocurador-geral de Justiça para Assuntos Institucionais, Fabiano Dallazen, “o Ministério Público não tolera ameaça a seus membros em virtude da atuacão e não se intimida; a reação vem nos termos da lei”. (Agência de Notícias)

 

0 comentários:

Postar um comentário

Comente essa notícia!

Você é a favor do trânsito na Bento Gonçalves ser única mão, próximo à rótula do Rua 7 de Setembro?

Como você avalia o Governo Ivo, nos três primeiros meses?

Você aprova a alteração de trânsito realizada na Av. Bento Gonçalves esquina com Sete de Setembro?

Você concorda em liberar os CCs de bater ponto, como ocorreu na Câmara de Vereadores da Capital?

O trânsito de Camaquã melhorou com a atuação dos agentes de trânsito?

Vereadores de Camaquã aprovaram o projeto que cria o estacionamento rotativo. Você é: