INFORMATIVO - PILAS R$ JÁ É UTILIZADO POR MAIS DE 12 MIL PESSOAS

O que cidadãos dos Estados Unidos, Austrália, Alemanha, França, Portugal e Marrocos têm em comum com os gaúchos? Sim, eles utilizam um mesmo aplicativo para acompanhar, em tempo real, as finanças públicas do Rio Grande do Sul. Lançado há apenas oito meses, o Pilas R$ (Plataforma de Informações de Livre Acesso à Sociedade) já contabiliza 12.287 downloads, entre eles usuários destes seis países.

Pioneiro no Brasil, o Pilas R$ oferece informações de maneira simplificada e rápida em aparelhos de smartphone ou tablet, permitindo ao cidadão consultar, entre outros dados, os salários nominais e as diárias retiradas por todos os servidores da administração direta ou indireta, a receita e as demais despesas do Estado.

Com a finalidade de ampliar a relação de transparência com a sociedade, a plataforma foi idealizada pela CAGE (Contadoria e Auditoria-Geral do Estado) e desenvolvida em parceria com a Companhia de Processamento de Dados do Rio Grande do Sul (Procergs). Positiva também é a avaliação por parte dos usuários: a nota média chega a 4,2 no sistema Android (de um máximo de 5) e no iOS, a pontuação é de 4.5.

O Pilas R$ reproduz informações já disponíveis no portal Transparência RS, mas de maneira mais simplificada e objetiva em termos de consulta às informações de seu interesse.

Consulta das Despesas:

Estão agrupadas e discriminadas da seguinte forma:

* Poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário), incluindo os órgãos de Estado (Tribunal de Contas, Ministério Público e Defensoria Pública).

* Órgãos - denominação dada às Secretarias de Estado, Autarquias, Fundações Públicas, Ministério Público, Tribunais do Poder Judiciário e do Poder Legislativo.

* Áreas - maior nível de agregação das diversas áreas de atuação do setor público (Ex.: Saúde, Educação, Segurança, etc.)

* Fornecedores - órgãos, empresas privadas ou pessoas físicas que receberam recursos públicos estaduais (incluindo valores recebidos de diárias de viagem).

* Servidores Públicos - pesquisa nominal de agentes públicos ativos, inativos e pensionistas, apresentando dados do cargo exercido e remuneração.

* Diárias - pesquisa nominal de servidores, apresentando os valores em função do deslocamento temporário em objeto de serviço.

Consulta das Receitas:

Informações oriundas de tributos e outras receitas recolhidas pelo governo do Estado com detalhamento de suas origens. (Texto: Pepo Kerschner/ Ascom Sefaz - Edição: Léa Aragón/ Secom -  Foto: Reprodução)

 

0 comentários:

Postar um comentário

Comente essa notícia!

Você é a favor ou contra a compra da Usinde Asfalto para Camaquã, por cerca de R$ 5 milhões?

Você é a favor ou contra o Horário de Verão?

Você é a favor do trânsito na Bento Gonçalves ser única mão, próximo à rótula do Rua 7 de Setembro?

Como você avalia o Governo Ivo, nos três primeiros meses?

Você aprova a alteração de trânsito realizada na Av. Bento Gonçalves esquina com Sete de Setembro?

Você concorda em liberar os CCs de bater ponto, como ocorreu na Câmara de Vereadores da Capital?

O trânsito de Camaquã melhorou com a atuação dos agentes de trânsito?

Vereadores de Camaquã aprovaram o projeto que cria o estacionamento rotativo. Você é: