quinta-feira, 1 de junho de 2017

GUAÍBA - FALTA DE DOCUMENTAÇÃO IMPEDE RETOMADA DE OBRA EM TRECHO DA DUPLICAÇÃO DA BR-116

Mesmo com dinheiro em caixa, a duplicação de um trecho de 50 quilômetros da BR-116 não foi retomada em Guaíba. No final de abril, o Governo Federal destinou R$ 39 milhões para a obra. Parte deste recurso seria investido nos lotes um e dois, de responsabilidade da construtora Constran.

As obras estão praticamente paradas entre os quilômetros 300 e 351. O lote um já tem 62,23% de conclusão. Já o dois tem 70,51% dos serviços executados até agora.

A empresa ainda não apresentou ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) a renovação do comprovante do seguro financeiro da sua parte da obra. Sem esse documento, a autarquia não pode autorizar o reinício dos trabalhos.

A Constran é do mesmo dono da empresa UTC, Ricardo Pessoa, que foi condenado a 8 anos e 2 meses de prisão em ação penal originada a partir da Operação Lava Jato. A reportagem entrou em contato com a assessoria da construtora nesta manhã mas até agora não obteve resposta sobre os motivos da demora no envio da documentação ao Dnit.

A autarquia irá esperar duas semanas. Se a empresa não apresentar a comprovação do seguro, os recursos serão destinados ao Consórcio MAC - Tardelli, responsável pela duplicação de 22 quilômetros do lote nove, em Pelotas. As obras nesta região estão paradas desde março de 2016 por falta de recursos. (Gaúcha - Foto: Mateus Bruxel /Agencia RBS)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente essa notícia!

DIVULGUE SUA EMPRESA NO CANAL DE NOTÍCIAS MAIS ATUALIZADO DA REGIÃO

Divulgue sua empresa no canal de notícias mais atualizado da região.

Como diz o ditado: “Quem não é visto, não é lembrado”. No Portal de Camaquã, sua empresa será vista por milhares de leitores todo o dia. E o melhor de tudo, é que você o investimento cabe direitinho no seu bolso.

Envie agora mesmo um e-mail para camaquaonline@gmail.com.