CAMAQUÃ - SME REALIZA 1ª FORMAÇÃO PEDAGÓGICA COM ORIENTADORES EDUCACIONAIS

Na quinta-feira, dia 25 de maio, no Auditório Zilda Maria Azambuja – SME, realizou-se o primeiro Encontro de Orientadores Educacionais, com o tema “Suicídio – Pensando a Prevenção”, com a psicóloga Renata Maines.

A palestrante explanou sobre como as crianças e adolescentes estão chegando hoje nas escolas, seu perfil, explicou que esses podem sofrer de estresse infantil, depressão, bem como de outras doenças ou transtornos associados, falou que eles sempre dão sinais de que algo não está bem, esboçou a importância da comunicação, de ouvir o educando, de estar atento às suas mudanças, suas ansiedades e angústias, as quais muitas vezes refletem em sua aprendizagem e se manifestam na escola.

Foi enfatizado que a adolescência, por si só, já é uma fase transitória, de muitos dilemas, conflitos e confusões mentais, onde a pessoa está buscando uma estruturação e por isso necessita de apoio e compreensão; ressaltou ainda a importância de oferecer subsídios para que o educando se sinta amado, compreendido, ouvido em suas necessidades, num ambiente acolhedor e de afeto, encontrando segurança e confiança para manifestar-se.

Por fim, foi fundamental oportunizar a reflexão sobre a prevenção ao suicídio na escola.

No segundo momento da reunião, as assessoras pedagógicas da SME realizaram uma reflexão sobre quem são os exemplos e modelos para nossas crianças e jovens hoje e o quanto as mídias sociais, os estímulos visuais e auditivos afetam esses, nesse sentido foi pensado sobre o papel da escola, isto é, ensinar para transformar vidas. 

Dessa forma, viu-se a importância de compreender e incentivar o que os nossos jovens pensam sobre a vida, acerca do futuro, quais perspectivas de vida possuem, seus sonhos.

Pensando em que legado queremos deixar para formar crianças mais saudáveis, fortes e seguras para os enfrentamentos, sendo necessário entender o quanto a escola pode servir como fonte de apoio, suporte, incentivo, entusiasmo, estímulo e confiança. Nesse contexto, transmitindo tranquilidade, segurança, afeto e naturalidade, assim auxiliando a construir vínculos e alianças. Também foi oportunizado, através de grupos de discussão entre as escolas, momento para o corpo docente analisar e compartilhar saberes a respeito dos conflitos encontrados na escola e possíveis resolução desses.

O encontro oportunizou significativas reflexões acerca das nossas crianças e adolescentes, como pensam, como interagem, considerando suas diversificadas culturas, modelos de educação, diferentes configurações familiares, sendo assim, a fundamental importância do cuidado e a atenção aos sinais que sempre são manifestados de alguma maneira e a escola pode agir de forma preventiva e facilitadora nessas questões. Viu-se ainda, a importância do papel do Orientador Educacional no processo educativo, auxiliando e realizando laços entre corpo docente e discente. (Fotos e texto: Ascom SME)


0 comentários:

Postar um comentário

Comente essa notícia!

Você é a favor ou contra a compra da Usinde Asfalto para Camaquã, por cerca de R$ 5 milhões?

Você é a favor ou contra o Horário de Verão?

Você é a favor do trânsito na Bento Gonçalves ser única mão, próximo à rótula do Rua 7 de Setembro?

Como você avalia o Governo Ivo, nos três primeiros meses?

Você aprova a alteração de trânsito realizada na Av. Bento Gonçalves esquina com Sete de Setembro?

Você concorda em liberar os CCs de bater ponto, como ocorreu na Câmara de Vereadores da Capital?

O trânsito de Camaquã melhorou com a atuação dos agentes de trânsito?

Vereadores de Camaquã aprovaram o projeto que cria o estacionamento rotativo. Você é: