CAMAQUÃ - PERTURBAÇÃO DO SOSSEGO ALHEIO FOI DEBATIDO NA CÂMARA DE VEREADORES, COM PRESENÇA DE VÁRIAS AUTORIDADES

A Comissão de Saúde, Meio Ambiente, Assistência Social e Habitação, da Câmara de Vereadores, Presidida pelo Vereador Ilson Meireles, realizou no mês de maio, importante reunião para debater a perturbação de sossego em Camaquã.

O tema foi bastante discutido pelas autoridades das Polícias Estadual, Civil e Militar, Secretaria do Meio Ambiente, Conselho Tutelar, Secretaria da Mulher, Trabalho e desenvolvimento Social, Divisão de Trânsito e Poder Público Municipal, onde foi colocado pelas autoridades as dificuldades de coibir esses abusos que vem ocorrendo em nossa cidade.

Segundo Carlos Guaspari – diretor de trânsito, algumas ações estão sendo tomadas com relação ao alto volume de som, com aplicação de multas aos infratores. Nestes quatro primeiros meses do ano foram aplicadas 54 multas, aplicado em partes a Lei do Psiu, mas terá que haver alterações na lei. Destacou também, que as redes sociais têm atrapalhado as ações conjunta com a Brigada Militar, ao se comunicarem pela movimentação das viaturas onde está ocorrendo a fiscalização.

Renato Zenker, Secretário do Meio Ambiente, destacou que tem informações de profissionais médicos que o som alto tem prejudicado a audição de muitas crianças e jovens, e que há necessidade de atuação de conscientização conjunta, começado pelas famílias, educação nas escolas, nas mídias sociais dos perigos de bebidas e direção automotiva e transgressão da lei. Falou que dentro do possível tem atendido a legislação vigente.

Para as polícias, a identificação das vítimas para formalização da denúncia e abertura de processos é fato preponderante, mas há uma dificuldade muito grande neste aspecto, pois na maioria das vezes a denúncia anônima se torna ineficaz  para resolução do problema. Destacaram que vem fazendo o trabalho de fiscalização com resultados significativos e outros processos em andamento, e que uma ação conjunta através de força tarefa seria a maneira mais eficaz, unindo forças por um só objetivo.

A Comissão de Saúde da Câmara de Vereadores mostrou-se bastante preocupada  com informações que vieram do executivo, onde apontam que em determinados locais, existem consumo de bebidas alcoólicas, drogas, pessoas armadas e  frequência de menores. Sabem da necessidade dos jovens terem locais adequados para suas diversões, mas que não perturbem o sossego de outras pessoas.

O Vereador Ilson Meireles solicitou que o Executivo Municipal que encaminhe projeto para as devidas alterações da Lei do Psiu, e que divulguem na mídia as ações que vem sendo executadas, para conhecimento da população. (Texto e Foto: Pedro Neves - Assessor Parlamentar


0 comentários:

Postar um comentário

Comente essa notícia!

Você é a favor do trânsito na Bento Gonçalves ser única mão, próximo à rótula do Rua 7 de Setembro?

Como você avalia o Governo Ivo, nos três primeiros meses?

Você aprova a alteração de trânsito realizada na Av. Bento Gonçalves esquina com Sete de Setembro?

Você concorda em liberar os CCs de bater ponto, como ocorreu na Câmara de Vereadores da Capital?

O trânsito de Camaquã melhorou com a atuação dos agentes de trânsito?

Vereadores de Camaquã aprovaram o projeto que cria o estacionamento rotativo. Você é: