sexta-feira, 5 de maio de 2017

CAMAQUÃ E CRISTAL - LOTE DE OBRA DE DUPLICAÇÃO NA BR-116 NO SUL DO RS RECEBERÁ VERBA PARA RETOMADA

Foi retomado na terça-feira, dia 2 de maio, o contrato para recomeçar a duplicação do lote 5 da BR-116, entre os municípios de Camaquã e Cristal, no Sul do Rio Grande do Sul. O trecho tem 45% do projeto executado.

As obras no lote de 50 quilômetros pararam oficialmente no início de 2016. Com a liberação, a construtora vai receber cerca de R$ 10 milhões para reiniciar os trabalhos. A verba sobrou do orçamento de 2014.

“Desses R$ 10 milhões, nós vamos retomar aquelas frentes de obras onde já foi feita alguma atividade, como base do pavimento terraplanagem, que ficou incompleta, para não haver perda de material”, explica o superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Hiratan Pinheiro da Silva.

Atraso gera prejuízos

O atraso na duplicação do trecho Sul da rodovia no estado gera prejuízo de R$ 1 milhão por dia, de acordo com o Sindicato da Indústria da Construção de Estradas, Pavimentação e Obras de Terraplanagem (Sicepot). As perdas acumuladas desde 2014, quando a obra deveria ter sido concluída, seriam suficientes para duplicar duas rodovias.

Os gastos aumentam porque os caminhões que vão e voltam do Porto de Rio Grande demoram mais tempo para percorrer o trajeto com a pista simples. As ultrapassagens se tornam um risco permanente. O prejuízo também se deve ao custo da manutenção dos veículos e ao desgaste dos motoristas que dirigem por mais tempo e, devido à lentidão, gastam mais combustível.

O orçamento inicial da duplicação de 200 km entre Porto Alegre e Pelotas era de R$ 900 milhões, há cinco anos. O valor das obras, que deveriam ser finalizadas em 2014, passou para R$ 1,2 bilhão. Mais de mil propriedades foram desapropriadas. (G1 / RS)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente essa notícia!

Você é a favor ou contra a compra da Usinde Asfalto para Camaquã, por cerca de R$ 5 milhões?

Você é a favor ou contra o Horário de Verão?

Você é a favor do trânsito na Bento Gonçalves ser única mão, próximo à rótula do Rua 7 de Setembro?

Como você avalia o Governo Ivo, nos três primeiros meses?

Você aprova a alteração de trânsito realizada na Av. Bento Gonçalves esquina com Sete de Setembro?

Você concorda em liberar os CCs de bater ponto, como ocorreu na Câmara de Vereadores da Capital?

O trânsito de Camaquã melhorou com a atuação dos agentes de trânsito?

Vereadores de Camaquã aprovaram o projeto que cria o estacionamento rotativo. Você é: