CAMAQUÃ - COMISSÃO DO PLANO DE CARREIRA REALIZA REUNIÕES NO MÊS DE MAIO

Durante o mês de maio, estão ocorrendo na Secretaria Municipal da Educação as reuniões com a Comissão do Plano de Carreira de Camaquã, cujo processo está em atendimento à determinação normatizada pela Lei Municipal 1978/15 – Plano Municipal de Educação, que prevê a readequação do PCR – Plano de Carreira e Remuneração ainda neste ano.

O município de Camaquã fez adesão à rede de assessoramento para readequação dos Planos de Carreira, que tem promovido, em todo Estado, formações técnicas para capacitação dos grupos de trabalho que conduzirão a reformulação do documento.

A comissão de readequação do Plano de Carreira é composta pelas seguintes instituições:


Secretaria Municipal da Educação – Eva Rosi Bueno Nunes

Secretaria Municipal da Administração – Geovana Tavares Bonilha/ Marli Loskar

Secretaria Municipal da Fazenda- Júlio Eduardo Tavares

Câmara de Vereadores – Comissão da Educação - Claiton Silva

Conselho Municipal de Educação – Adriano Longarai/ Letiane Lemes Nobre

Conselho do FUNDEB- Cristiane Laguna

Procuradoria do Município- Ederson Valdir Nepomuceno

Representante das Escolas Zona Urbana- Liceu Vilmar Araújo

Representante das Escolas Zona Rural- Silvana Flores Vieira

Representante das Escolas de Educação Infantil- Eliane Mancilha

Sindicato dos Municipários – Elisia Centeno

Representante do Segmento Professores - Eliane Wojciechowski

Assessoria Técnica do Ministério da Educação: Rede PCR – Viviane Fortes Sampaio

Fórum Municipal de Educação – Gabriela Mattos Paim Puschnerat

Após a primeira capacitação da comissão, ocorrida em abril, o objetivo dos encontros seguintes têm sido reconhecer a realidade do município, através da apresentação da planilha diagnóstica com a situação atual do município, considerando o número de profissionais da educação pagos pelo FUNDEB, bem como o impacto financeiro na folha de pagamento.

Após esse estudo, os membros da comissão foram estimulados a estudar o plano vigente apontando suas considerações a respeito do mesmo, bem como as possíveis formas de readequá-lo.

Considera-se esse momento de extrema importância, pois a valorização dos profissionais do magistério implica em cumprimento da meta 18 do Plano Municipal de Educação, em consonância com o Plano Nacional de Educação – Lei 13.0005/2014, assim como do atendimento à Lei do Piso Salarial Nacional. (Ascom Prefeitura - Fotos: Divulgação)


 

0 comentários:

Postar um comentário

Comente essa notícia!

Você é a favor do trânsito na Bento Gonçalves ser única mão, próximo à rótula do Rua 7 de Setembro?

Como você avalia o Governo Ivo, nos três primeiros meses?

Você aprova a alteração de trânsito realizada na Av. Bento Gonçalves esquina com Sete de Setembro?

Você concorda em liberar os CCs de bater ponto, como ocorreu na Câmara de Vereadores da Capital?

O trânsito de Camaquã melhorou com a atuação dos agentes de trânsito?

Vereadores de Camaquã aprovaram o projeto que cria o estacionamento rotativo. Você é: