CAMAQUÃ - ALÉM DE CRVA, MUNICÍPIO PODE PERDER MAIS UM CFC

O diretor geral do Detran/RS, Ildo Mário Szinvelski esteve em Camaquã na tarde da quinta-feira, dia 18 de maio, para participar de um evento relacionado ao Maio Amarelo, realizado no Cine Teatro Coliseu.

Em entrevista à emissora, o diretor comentou o encerramento das atividades do Centro de Registro de Veículos Automotores (CRVA) de Camaquã, e do descredenciamento do Centro de Formação de Condutores (CFC) Dworzecki.

No início deste mês, Ernani Barbosa da Rosa, registrador e titular do CRVA, enviou uma nota à imprensa afirmando que as atividades do órgão se encerram no dia 31 de maio. Em contato com a emissora, Ernani disse que a “decisão por não renovar seria alheia a sua vontade”.

Conforme o diretor do Detran/RS, o titular do CRVA foi quem pediu o descredenciamento do órgão, alegando problemas particulares. “Nós pedimos ao CRVA que mantivesse suas atividades até o final do mês de maio, o que foi atendido pelo titular”, afirma.

“O Detran/RS está tomando todas as providências para instalar um Posto Avançado no município para atender a população”, destaca Szinvelski. O diretor não deu prazo definido para a instalação da unidade.

Com relação à cassação do credenciamento do CFC Dworzecki, o diretor do Detran/RS afirmou que se trata de um processo que já tramitava há bastante tempo no órgão: “É um processo administrativo antigo, que após a conclusão do procedimento, foi determinado a aplicação das penalidades”, afirma.

O diretor não entrou em detalhes sobre quais infrações foram cometidas para a decisão. A Portaria nº 195-2017, que trata do descredenciamento do CFC foi publicada no dia 28 de abril de 2017 no Diário Oficial do Estado.

A emissora entrou em contato com o sócio proprietário do CFC, João Carlos Dworzecki, o Menega, que afirmou que a empresa vai recorrer da decisão ainda na tarde desta sexta-feira (19). O empresário lamentou a decisão, e criticou a burocracias e os entraves criados pelo Detran/RS.

“São 50 anos de empresa, isso não se apaga assim”, lamentou. Conforme o empresário, atualmente 27 pessoas trabalham na empresa. “A comunidade pode ficar tranquila e posso garantir que iremos continuar com nossas atividades normalmente”, afirmou Menega. (Por: Mayara Farias e Rodrigo Vicente - Foto: Divulgação)

 

0 comentários:

Postar um comentário

Comente essa notícia!

Você é a favor ou contra o Horário de Verão?

Você é a favor do trânsito na Bento Gonçalves ser única mão, próximo à rótula do Rua 7 de Setembro?

Como você avalia o Governo Ivo, nos três primeiros meses?

Você aprova a alteração de trânsito realizada na Av. Bento Gonçalves esquina com Sete de Setembro?

Você concorda em liberar os CCs de bater ponto, como ocorreu na Câmara de Vereadores da Capital?

O trânsito de Camaquã melhorou com a atuação dos agentes de trânsito?

Vereadores de Camaquã aprovaram o projeto que cria o estacionamento rotativo. Você é: