SÃO LOURENÇO DO SUL - INÍCIO DA CAMPANHA DE VACINAÇÃO CONTRA A GRIPE FOI ADIADA PARA DIA 17 DE ABRIL

A 19ª Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza (gripe) que iniciaria no dia 10, foi adiada para o dia 17 de abril, conforme o novo calendário anunciado pelo Ministério da Saúde (MS) para atender o cronograma de remessa das vacinas e devido ao atrasado dos imunobiológicos através do Governo do Estado, que só serão disponibilizados para os municípios na próxima semana. O Dia D Mobilização Nacional ocorre no dia 13 de maio e a campanha termina no dia 26 de maio. 

A campanha inicia no dia 17 de abril para os grupos prioritários, como: idosos, crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias) gestantes, puérperas (até 40 dias após o parto), trabalhadores da saúde, grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis (respiratórias, cardíacas, renal, hepática, neurológica, diabetes, imunossupressão, obesidade, transplantados e portadores de trissomias) e outras condições clínicas especiais e professores das escolas públicas e privadas.

A meta é vacinar, pelo menos, 90% dos grupos elegíveis para a vacinação. No dia D que ocorrerá no dia 13 de maio, as Unidades Básicas de Saúde da cidade estarão com atendimento das 9h às 17h, já as UBS do interior do município terão seu atendimento das 9h às 16h.

Os professores deverão comprovar o seu vínculo com as escolas, sendo atuantes nas salas de aulas, podem ser do ensino infantil, fundamental, médio e universitário, sejam elas da rede pública ou privada, apresentando no momento da vacinação uma declaração ou o contracheque, além de um documento oficial com foto.

No caso dos portadores de doenças crônicas, devem apresentar um atestado médico do ano de 2016 ou 2017, com o número do CID (Código Internacional de Doenças) ou uma receita de até 6 meses.

A influenza é uma infecção viral aguda que afeta o sistema respiratório, e é de elevada transmissibilidade e distribuição global, com tendência a se disseminar facilmente em epidemias sazonais e também podendo causar pandemias.

A transmissão ocorre por meio de secreções das vias respiratórias da pessoa contaminada ao falar, tossir, espirrar ou pelas mãos, que após contato com superfícies recém‐contaminadas por secreções respiratórias pode levar o agente infeccioso direto a boca, olhos e nariz. (Ascom Prefeitura)

 

0 comentários:

Postar um comentário

Comente essa notícia!

Você é a favor do trânsito na Bento Gonçalves ser única mão, próximo à rótula do Rua 7 de Setembro?

Como você avalia o Governo Ivo, nos três primeiros meses?

Você aprova a alteração de trânsito realizada na Av. Bento Gonçalves esquina com Sete de Setembro?

Você concorda em liberar os CCs de bater ponto, como ocorreu na Câmara de Vereadores da Capital?

O trânsito de Camaquã melhorou com a atuação dos agentes de trânsito?

Vereadores de Camaquã aprovaram o projeto que cria o estacionamento rotativo. Você é: