SÃO LOURENÇO DO SUL - AUDIÊNCIA ENCAMINHA SOLUÇÕES E UNIDADE EM TORNO DA SANTA CASA

Transparência e envolvimento de todos em defesa da Santa Casa de São Lourenço do Sul. Estes são os principais resultados da audiência pública realizada na segunda, dia 3 de abril de 2017, pela Comissão de Saúde e Meio Ambiente da Assembleia Legislativa, coordenada pelo deputado Zé Nunes (PT).

Dezenas de lideranças lotaram o auditório da Escola Marina Vargas para debater a crise financeira da instituição de saúde, que chegou a encerrar a atividade das unidades de pediatria, cirurgia e obstetrícia no dia 17 de março em decorrência da greve dos médicos, com salários atrasados desde outubro de 2016. Mesmo com o retorno dos profissionais ao trabalho e a reabertura dos serviços, o hospital continua em situação crítica.

Participaram do debate os prefeitos Rudinei Härter, de São Lourenço; Fábia Richter, de Cristal; Selmira Milech Fehrenbach, de Turuçu, e Nataniel Satiro Duval Candia, de Amaral Ferrador, além de secretários municipais da Saúde, vereadores, líderes empresariais, a direção e o corpo clínico da Santa Casa de Misericórdia, trabalhadores, usuários do SUS, o   coordenador regional adjunto de Saúde, Gabriel Vilela Andina – representando o governo estadual.

O deputado Zé Nunes destacou a importância da iniciativa frente ao preocupante momento enfrentado pela saúde pública no estado e no país. Ele salientou que, no atual momento de diminuição das funções públicas do Estado, é fundamental que a gestão da saúde analise, além das questões frias dos serviços prestados, as especificidades de cada hospital e as realidades locais. “É inadmissível uma mãe viajar 800 km para garantir o nascimento de seu filho”, afirmou.

A Santa Casa dispõe de 120 leitos- 95 deles destinados a internações pelo SUS-, quase 250 funcionários e atendeu mais de 148 pessoas no ano passado no setor ambulatorial. No entanto, acumula dívida de R$ 22 milhões e um déficit médio mensal de R$ 650 mil. O provedor José Nei Lamas dirige o hospital há 18 anos e atribuiu os problemas à crise estrutural do SUS, argumentando que o financiamento por parte do Estado e União são insuficientes.

A audiência, que se estendeu até quase meia-noite, encaminhou um conjunto de ações a serem adotadas imediatamente, entre elas a formação de comissão dos trabalhadores para conversar com o provedor da Santa Casa, José Nei Lamas (presente à audiência) sobre a situação funcional; adoção de transparência total na radiografia da situação do hospital - o deputado Zé Nunes solicitou estas informações durante a audiência; reunião com todos os prefeitos e o secretário estadual da Saúde para buscar uma nova base de financiamento para o hospital, que desempenha importante papel no atendimento microrregional; implantar plano de gestão da Santa Casa; adoção de um plano de ação pelo hospital; realização de nova audiência pública sobre a situação da instituição de saúde no prazo de 30 dias e aumentar a  composição do comitê de crise. (Assessoria Dep. Zé Nunes)

 

0 comentários:

Postar um comentário

Comente essa notícia!

Você é a favor ou contra o Horário de Verão?

Você é a favor do trânsito na Bento Gonçalves ser única mão, próximo à rótula do Rua 7 de Setembro?

Como você avalia o Governo Ivo, nos três primeiros meses?

Você aprova a alteração de trânsito realizada na Av. Bento Gonçalves esquina com Sete de Setembro?

Você concorda em liberar os CCs de bater ponto, como ocorreu na Câmara de Vereadores da Capital?

O trânsito de Camaquã melhorou com a atuação dos agentes de trânsito?

Vereadores de Camaquã aprovaram o projeto que cria o estacionamento rotativo. Você é: