RIO GRANDE – PORTO REGISTRA MOVIMENTAÇÃO RECORDE DE CARGAS EM 3 MESES

O Porto do Rio Grande movimentou em 2017 mais de 7,9 milhões de toneladas para diversos países, o melhor primeiro trimestre em 100 anos de atividades e crescimento de 11,5% em relação ao mesmo período 2016. O destaque é a soja que cresceu mais de 35% assim como outros produtos como trigo e milho.

"Os bons resultados são fruto de uma equação que envolve qualificação dos terminais especializados, dedicação da autoridade portuária para organizar o processo e ação do governo do Estado para atrair novos projetos", afirma o diretor-superintendente do Porto do Rio Grande, Janir Branco.

Dois grandes projetos avalizados pelo Estado estão se tornando realidade e incentivam a movimentação no Porto do Rio Grande. Uma delas é a construção de um terminal graneleiro para receber e expedir grãos da empresa Vanzin, no Distrito Industrial de Rio Grande.

A outra, são as melhorias da hidrovia para facilitar o trajeto de contêineres do polo petroquímico de Triunfo para o território rio-grandino. As ações são coordenadas pelas secretarias dos Transportes e do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia.

Soja lidera 

O protagonismo ficou por conta do complexo soja (óleo, farelo e grão), com crescimento de 36,8% e totalizando 1.898.835 toneladas. O milho e o trigo também tiveram aumento, respectivamente de 6,9% e 17,7%. As viagens de embarcações também subiram 4,1%, chegando ao total de 730 em três meses. A média apenas do mês de março é de 7,96 embarcações/dia.

Os granéis líquidos e sólidos tiveram crescimento, respectivo, de 12% e 19%. Apenas a carga geral teve leve recuo de cinco mil toneladas. "Nosso porto é o reflexo da produção gaúcha, entendemos que boa parte dessa soja que movimentamos ainda é de 2016, mas a expectativa para o período de abril a agosto é de superarmos o ano passado", conclui Branco. Nos próximos meses, a expectativa é alta em função da safra gaúcha que já começa a chegar ao complexo.

Por fim, a China segue o principal destino das exportações e a Argentina é o país que mais envia produtos ao porto rio-grandino. (Texto: André Zenobin/SUPRG - Edição: Gonçalo Valduga/Secom)

 

0 comentários:

Postar um comentário

Comente essa notícia!

Você é a favor do trânsito na Bento Gonçalves ser única mão, próximo à rótula do Rua 7 de Setembro?

Como você avalia o Governo Ivo, nos três primeiros meses?

Você aprova a alteração de trânsito realizada na Av. Bento Gonçalves esquina com Sete de Setembro?

Você concorda em liberar os CCs de bater ponto, como ocorreu na Câmara de Vereadores da Capital?

O trânsito de Camaquã melhorou com a atuação dos agentes de trânsito?

Vereadores de Camaquã aprovaram o projeto que cria o estacionamento rotativo. Você é: