INFORMATIVO - ROCK & POESIA – 3ª PARTE - CONSOLIDAÇÃO E IMPREVISTOS

Ainda com um espírito amador e porque não inocente, o festival Rock & Poesia chega a momentos distintos. Em sua terceira edição equívocos de escalação de bandas e datas, expõem o festival ao seu pior público.

Que disperso pelo frio de julho não resiste e perde uma das primeiras bandas de Trash Metal de Camaquã. As golfadas gélidas balançavam os tecidos que decoravam o palco que servia de fundo para aque a banda Sangria destilasse seu Metal pesadíssimo, na Praça Zeca Netto.

Segundo Alceu Amaral organizador do evento, “muito aprendemos com o evento daquele ano”. Na sequência problemas financeiros tornam o evento complexo, mas não o suficiente para impedir que as bandas pelotenses FreakBrotherz e Bullseye mostrassem para Camaquã desenvoltura, profissionalismo e carisma marcantes, ou seja, um sucesso.

Fato interessante, é que, o nome do evento crescia também na região sendo que bandas de Tapes, Sentinela do Sul e Cerro Grande viriam a tocar no evento. Na quinta edição, José Camargo fazia a arte do cartaz enquanto o número de bandas crescia e uma chuva viria e dar rumos diferentes para o festival anuário.

A banda Rio grandina, Suicide Sisters, seria a grande atração do dia, que começou com a banda camaquense Trinca, mas o desfecho daquela tarde seria peculiar. Mesmo com instalações artísticas provocativas o final do evento foi inusitado. A banda de Rio Grande acabou tocando em um bar defronte à praça, o extinto Big Lanches.

“Era cômico de ver o dono tentando atender o telefone e o Hard Rock pegando alto e claro na frente da lancheria”. Lembra Alceu Amaral.

O artista Caiaque preparou um painel muito bonito e temático para a próxima edição do evento. Também é importante ressaltar que neste ano um concurso de poesia paralelo com o evento teve grande destaque na comunidade. E teve o apoio de outros amigos do festival como Leandro Martins e Anderson Borba.

Mas a novidade mesmo foi a desafiadora roda de discussão sobre o cenário da música de Camaquã, organizado por Alceu Amaral no Cine Teatro Coliseu um dia antes do evento. Tal bate papo foi importante para troca de experiências entre músicos e o público. A seguir: O Espetáculo do crescimento. 






1 comentários:

Postar um comentário

Comente essa notícia!

Você é a favor ou contra a compra da Usinde Asfalto para Camaquã, por cerca de R$ 5 milhões?

Você é a favor ou contra o Horário de Verão?

Você é a favor do trânsito na Bento Gonçalves ser única mão, próximo à rótula do Rua 7 de Setembro?

Como você avalia o Governo Ivo, nos três primeiros meses?

Você aprova a alteração de trânsito realizada na Av. Bento Gonçalves esquina com Sete de Setembro?

Você concorda em liberar os CCs de bater ponto, como ocorreu na Câmara de Vereadores da Capital?

O trânsito de Camaquã melhorou com a atuação dos agentes de trânsito?

Vereadores de Camaquã aprovaram o projeto que cria o estacionamento rotativo. Você é: