domingo, 5 de fevereiro de 2017

DICA DE RECEITA - VEJA O PASSO A PASSO E APRENDA A FAZER CHIMIA DE FIGO

A colheita do figo já começou nos pomares da serra gaúcha, uma das regiões com maior produção da fruta no estado. O cultivo já é a principal atividade em algumas propriedades.

E o que ocorre primeiro, é a colheita do figo verde, destinado para compotas e doces cristalizados. Só depois vem a colheita da fruta madura, que pode ser consumida in natura ou na forma de geleias e doces em pasta.

Uma das famílias produtoras, de Nova Petrópolis, espera colher entre 12 e 18 toneladas da fruta nesta safra. Mas isso depende do clima, explica o agricultor Nilo Marcon. "Por enquanto está razoável, começou a faltar chuva agora", diz.

A Emater-RS não faz o acompanhamento da cultura regularmente. Os últimos dados são de 2014, quando a quantidade colhida chegou a 6,1 mil toneladas no estado. A tendência é que esse ano a produção fique dentro dessa média.

A maior parte dessa produção vai para a indústria. Mas outra parcela é usada em receitas feitas nas propriedades. A aposentada Hedi Maria Boone Gottschalk ensina a fazer uma chimia de figo com as variedades pingo de mel e negrito. Confira:

Ingredientes:

2 kg de figo (variedades pingo de mel e negrito)
1 kg de açúcar
1 copo d'água

Modo de preparo:

Colocar o figo cortado em pedaços ou moído em uma panela, adicionar um copo de água e mexer até levantar fervura. Adicionar o açúcar. Deixe ferver por, aproximadamente, uma hora, até atingir o ponto. Coloque a chimia pronta, ainda quente, em recipientes de vidro e tampe.  (Da RBS TV - Foto: Reprodução/RBS TV)

DIVULGUE SUA EMPRESA NO CANAL DE NOTÍCIAS MAIS ATUALIZADO DA REGIÃO

Divulgue sua empresa no canal de notícias mais atualizado da região.

Como diz o ditado: “Quem não é visto, não é lembrado”. No Portal de Camaquã, sua empresa será vista por milhares de leitores todo o dia. E o melhor de tudo, é que você o investimento cabe direitinho no seu bolso.

Envie agora mesmo um e-mail para camaquaonline@gmail.com.