sexta-feira, 2 de agosto de 2013

RIO GRANDE - EMPRESA DE SINISTROS DEVE SE ABSTER DE OFERECER SERVIÇOS EM HOSPITAIS E CEMITÉRIOS, SEGUNDO DECISÃO DA JUSTIÇA

A Giaretta Assessoria Sinistros de Seguros Ltda. deve se abster de ingressar nos hospitais e cemitérios com o objetivo de oferecer seus serviços em Rio Grande. A decisão é da 2ª Vara Cível daquela Comarca, atendendo ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público.

A sentença também anula a cláusula contratual que fixava os honorários em 25% do seguro pago pelo infortúnio. A mesma passa a ser na ordem de 8%, como regra. Da mesma forma, a empresa deverá indenizar aos consumidores contratantes de seus serviços, reembolsando-lhes os valores que foram retidos acima do limite de 8%.

Os Promotores José Alexandre Zachia Alan, Érico Rezende Russo e Paulo Eduardo Nunes de Avila apuraram que a empresa entrava em hospitais e oferecia a pacientes vítimas de acidentes de trânsito a intermediação dos pagamentos do Seguro Obrigatório de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres – DPVAT.

Uma das pessoas informou ao Ministério Público que, no momento em que recebeu alta, procurou a Giaretta Assessoria Sinistros de Seguros Ltda. para sacar o seguro DPVAT. A empresa, por sua vez, cobrou 25% do valor total do prêmio a título de honorários, além de outras taxas que não constavam no contrato.
(Ministério Público)

Você concorda em liberar os CCs de bater ponto, como ocorreu na Câmara de Vereadores da Capital?

O trânsito de Camaquã melhorou com a atuação dos agentes de trânsito?

Vereadores de Camaquã aprovaram o projeto que cria o estacionamento rotativo. Você é: